Deputado estadual da Bahia culpa Parada Gay por seca em São Paulo

Questionado sobre o motivo da seca em São Paulo, ele voltou a afirmar que a culpa é dos homossexuais.

isidorio

Publicado no UOL

O deputado estadual baiano Pastor Sargento Isidório (PSC) iniciou uma campanha de oração por chuva em São Paulo que amenize a estiagem que ameaça os reservatórios do Estado. Nessa segunda-feira (3), ele gravou e publicou um vídeo pedindo as orações e culpando a Parada Gay pela seca no maior Estado do país.

“O livro de Reis 8, 35 e 36 diz o seguinte: quando os céus se cerrarem, e não houver chuva porque o povo pecaram, aí estou falando da grande Parada Gay que se dá em São Paulo. A maior parada gay do mundo está ali dentro de São Paulo. Mas todo paulista é gay? Claro que não! Ali tem homens mulheres de Deus, (…) que não praticam o mesmo pecado da homossexualidade. A Bíblia diz se esse povo se converter do seus pecados (…), Deus perdoará e abrirá a chuva na terra”, afirmou, segurando uma bíblia e pedindo cinco dias seguidos de oração.

Em conversa com o UOL, o pastor disse que a falta de chuvas é um “castigo de Deus” por causa de “pecado.”

Ele ainda afirmou que as chuvas que começaram na segunda-feira (3) já foram fruto das orações de sua campanha.

“Fiz essa campana pedindo que todos os evangélicos e cristãos de outras religiões orem para mover o coração de Deus e perdoar os motivos pelo qual ocorre a falta de chuva. Graças a Deus choveu. Só tenho a agradecer”, afirmou.

‘Culpa dos homossexuais’

Questionado sobre o motivo da seca em São Paulo, ele voltou a afirmar que a culpa é dos homossexuais.

“A Bíblia diz que os vossos pecados fazem divisão entre vós e vosso Deus. Quando os homens resolvem mudar a natureza de Deus, enfrentam Deus, aí ele tranca a torneira do céu. Essa coisa de homem querer virar mulher. Homem nunca vai ser mulher! Nem mulher vai ser homem. A língua de homem é grossa, a da mulher é fina. O buraco do homem tem cocô dentro, o da mulher tem gordura, coisa boa”, disse.

O pastor disse ainda que a escolha de Deus pela seca em São Paulo ocorreu por conta do sucesso de público dos atos da comunidade LGBT. “Gay tem todo canto, mas o Estado que mais faz propaganda e impulsiona isso é São Paulo. E Deus escolheu lá onde tem a maior parada gay do mundo. E acho que vem coisa pior por aí, se não arrependerem, se não acertarem suas contas. Todos nós, inclusive eu”, disse.

Em 2014, a Parada Gay de São Paulo reuniu 100 mil pessoas. Nela, foi pedida a “criminalização da homofobia”.

O deputado baiano ainda fez uma previsão pouco otimista para o Brasil, caso os homossexuais “não deixem o pecado”.

“Veja a escala Ritccher. Minas e outros Estados já estão tendo tremores de terra. Isso é terremoto. Do jeito que as coisas estão, nós sofreremos também esses e outros desastres da natureza. O homem foi criação de Deus, e estão negando a natureza de Deus. A Bíblia diz que devemos considerar a bondade a severidade de Deus”, afirmou.

O presidente do Grupo Gay da Bahia, Marcelo Cerqueira, disse que o discurso do deputado já é conhecido a Bahia pela prática de homofobia.

“Ele é um sensacionalista, um oportunista que fica causando esse tipo de debate absurdo, falando coisas da idade média para semear o ódio e fazer propaganda contra homossexual. Não quero ficar falando muito para não ficar promovendo ele”, disse.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Deputado estadual da Bahia culpa Parada Gay por seca em São Paulo

1 Comentário

  1. Ronaldo disse:

    Farsante!
    Preconceituoso!
    Ignorante!

Deixe o seu comentário