Ei, Dilma vai….

videomalafaia_640

Alexis Carvalho, no Novos Diálogos

Gritavam na paulista, de ódio.

Ode ao ódio.

Mas… por que tanto ódio?

O ódio não é pela Copa, pois nos jogos — dos camarotes — gritaram a mesma coisa.

O ódio não é pelo mensalão, pois nem ligam para o mineiro, muito maior.

O ódio não é pelos programas sociais, pois dizem que o pai é FHC.

O ódio não é por ela, pois também fariam com o outro.

Como numa democracia representativa o eleitor elege seu representante, o ódio se dirige àquilo que ela representa: A estricção da cultura da diferença.

Almoço com vizinhos no fim de semana: — Voto contra a Dilma porque por causa dela meu porteiro comprou uma TV maior que a minha.

O problema é quando o ódio canta no coral, assiste escola dominical, ora na devocional, e prega no sermão pastoral.

Avisou-nos Cervantes, pois se Quixote enfrentou gigantes e dragões, parou quando viu uma capela: — Sancho Panza, é a igreja, convém recuar. Ninguém pode com ela.

Naquele dia eles não escolheram o ladrão porque o amavam, mas porque odiavam o outro. O povo escolhido, quando acolhe o ódio, escolhe Barrabás.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Ei, Dilma vai….

Deixe o seu comentário