Pinguim descobre o amor em campanha de Natal da John Lewis

publicado no Brainstorm9

Não tem jeito. Todo ano é a mesma coisa: basta chegar novembro para as campanhas de Natal inundarem a mídia. E provavelmente uma das mais esperadas é a da John Lewis, que tradicionalmente manda muito bem em seus filmes natalinos. E a expectativa é tão grande – assim como a atenção que eles atraem – que os canais de televisão britânicos costumam disputar quem será o primeiro a exibi-los. Este ano, quem levou foi o Channel 4, que fará a estreia amanhã à noite.

Já há alguns anos, a JL tem usado uma fórmula que não tem erro e, por incrível que pareça, continua dando muito certo: uma boa história capaz de derreter qualquer coração de gelo, uma produção afinadíssima e uma trilha sonora imbatível. Elementos suficientes para a edição anual do ataque das cebolas-ninjas.

john1

Este ano, somos apresentados a dois simpáticos personagens, o garoto Sam e seu companheiro fiel, o pinguim Monty. A dupla é inseparável, mas em um determinado ponto, Monty percebe que existe um outro tipo de amor além daquele compartilhado com seu amigo.

Geralmente, parte da expectativa em relação às campanhas de Natal da John Lewis estão ligadas à escolha da trilha sonora – um grande clássico que ganha nova roupagem exclusivamente para estes filmes. Este ano, particularmente, a escolha foi ao meu ver fodástica: Real Love, de John Lennon, aqui interpretada por Tom Odell. Especula-se até que Simone, com Então é Natal, chegou a ser considerada, mas acabou não rolando por barreiras linguísticas (sim, isso foi uma piadinha).

john2

Assim como no ano passado, quando os personagens de The Bear & The Hare ganharam sua própria linha de produtos, criando um novo mercado para a John Lewis, o mesmo acontecerá este ano com o pinguim Monty. No site da loja, uma seção é dedicada ao personagem, com direito a aplicativo, livro e boneco.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Pinguim descobre o amor em campanha de Natal da John Lewis

Deixe o seu comentário