Marca de uísque é acusada de culpar negros por racismo em rede social

Post na página do Facebook da Johnnie Walker Brasil causou polêmica na rede social (Reprodução/Facebook/JohnnieWalkerBrasil)

Post na página do Facebook da Johnnie Walker Brasil causou polêmica na rede social (Reprodução/Facebook/JohnnieWalkerBrasil)

Leandro Machado, na Folha de S.Paulo

Uma propaganda da marca de uísque Johnnie Walker sobre o Dia da Consciência Negra provocou mensagens de protesto na página da empresa no Facebook.

Agora, seguidores da marca na rede social acusam a empresa de promover o que supostamente tentava combater com a mensagem publicitária: o racismo.

Na quarta (19), véspera do feriado em São Paulo, o perfil de Johnnie Walker publicou uma fotografia de um homem negro. Sobre a imagem, foi escrita a palavra “branco”, além famoso slogan da bebida: “Keeping walking.”

Na parte de baixo, a seguinte frase: “E você, ainda deixa usarem sua origem como obstáculo para o seu progresso? Racismo. Até quando? #vocefazofuturo.”

A publicação, curtida por 27 mil pessoas e compartilhada mais de 2.000 vezes até a tarde desta sexta (21), gerou um longo debate entre seguidores da marca na seção de comentários da página.

Grande parte das mensagens reclama que, com a frase, Johnnie Walker culpa os negros pelo racismo que sofrem.

“Quer dizer que agora a culpa da opressão é do oprimido?”, questionou uma leitora. “Vocês ainda deixam? Não, não deixamos, nossa luta para que nossa origem seja respeitada é diária”, escreveu outra seguidora.

“As publicidades da marca só com pessoas brancas, nórdicas, padrãozinho, vem me falar que são os negros que colocam obstáculos em sua própria existência?”, diz outra.

Outros fãs da marca retrucaram, alegando que os críticos não entenderam a mensagem. “Interpretação de texto manda abraços”, ironiza um leitor.

“Não estão dizendo que os negros colocam obstáculos em sua própria existência, e sim que os negros não podem deixar que os outros coloquem obstáculos, entende?”, pergunta um defensor.

A Folha tentou, desde a manhã de ontem, falar com a Johnnie Walker por telefone, e-mail e mensagem pelo Facebook. Não houve resposta até o fechamento desta edição. Na própria página, a marca respondeu leitores que criticaram a publicação:

“Johnnie Walker sente que o post acima tenha sido interpretado de maneira ofensiva e reforça sua posição de respeito a todas as raças. Isso prova que o racismo é um tema que merece ser debatido de forma séria e respeitosa por todos até que seja uma coisa do passado.”

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Marca de uísque é acusada de culpar negros por racismo em rede social

Deixe o seu comentário