Câmara de Sertãozinho decreta dia em “Homenagem à Consciência Branca”

blackandwhite

Publicado na Folha de S.Paulo

O presidente da Câmara de Sertãozinho (a 333 km de São Paulo), Rogério Magrini dos Santos (PTB), decretou ponto facultativo nesta sexta-feira (21) em “Homenagem à Consciência Branca”.

A medida foi tomada no mesmo decreto que validou ponto facultativo para o Legislativo local pelo Dia da Consciência Negra, comemorado na quinta-feira (20).

A “homenagem” gerou polêmica e críticas de instituições que combatem o preconceito. Vereadores ouvidos pela Folha criticaram a medida e ameaçam até abrir uma comissão processante para apurar o caso.

O presidente da Câmara, que foi eleito vereador com o apelido de “Zezinho Atrapalhado”, não foi encontrado pela Folha nesta sexta-feira e sábado (22) para comentar o assunto.

Segundo os colegas de Santos, ele criou o decreto sem o aval do restante do Legislativo. Os vereadores querem derrubar a medida criada por ele.

“Ele fez uma reunião na segunda-feira (17) porque queria decretar ponto facultativo pelo Dia da Consciência Negra, mas fomos contra porque não há lei municipal aqui”, disse o vereador Agnaldo Bonfim de Souza (PSDB).

“Fomos surpreendidos ao chegar na Câmara na quinta e ver que ele havia decretado dois pontos facultativos”, disse o vereador Silvio Blancacco (PSDB).

O presidente da ONG Cabeça Di Nego de Sertãozinho, Luís Honório, disse que o movimento negro da cidade irá realizar um protesto na Câmara nesta segunda-feira (24) contra o decreto.

“Por uma questão histórica, este decreto é um absurdo e um ato de preconceito”, afirmou Honório.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Câmara de Sertãozinho decreta dia em “Homenagem à Consciência Branca”

Deixe o seu comentário