Sistema tira sangue de jogadores a cada tiro levado nos games

imagem

Publicado no Olhar Digital

Uma rodada sangrenta de Call of Duty pode resultar em uma grande coleta de sangue real, caso a ideia de dois canadenses vá para frente. Taran Chadha e Jamie Umpherson desenvolveram um sistema que, ligado ao controle de um videogame, tira sangue do jogador sempre que seu personagem se machuca virtualmente – seja lá qual for o console ou o título jogado.

Construído com base em Arduino, o sistema apelidado de Blood Sport redireciona o sinal que faz o controle vibrar para uma máquina de coleta de sangue. Essa modificação, segundo os desenvolvedores, é feita com o uso de apenas dois fios.

O objetivo do produto não é apenas tornar os jogos mais imersivos, mas também usá-los para campanhas de doação – tanto que ambos estão trabalhando de graça, o dinheiro que eles esperam arrecadar será totalmente investido no Blood Sport.

A ideia de Chadha e Umpherson é criar campeonatos pelo Canadá em que os competidores literalmente darão o sangue a cada disputa. “Não somos [organização de] caridade e nem desenvolvedores de jogos. Estamos apenas criando o hardware de games que nos permitirá fazer os jogadores pensarem sobre coisas mais importantes enquanto eles fazem o que mais amam”, afirmam.

Eles criaram uma campanha no Kickstarter para levantar 250 mil dólares canadenses (cerca de R$ 559,4 mil). Faltando 39 dias para o encerramento do financiamento, conseguiram 3,3 mil dólares (R$ 7,5 mil).

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Sistema tira sangue de jogadores a cada tiro levado nos games

Deixe o seu comentário