Estudo: homens são idiotas que fazem coisas estúpidas

esty
publicado no Hypescience

Um novo estudo comprova o que pelo menos alguns de nós podem ter suspeitado por muito tempo: homens são idiotas e fazem coisas estúpidas.

Essa é a premissa de Teoria dos Homens Idiotas, publicada em um artigo no “BMJ”, o antigo “British Medical Journal”. O estudo analisou os vencedores do Prêmio Darwin, que é atribuído a pessoas que morrem de forma tão idiota que “a sua ação assegura a sobrevivência a longo prazo da espécie, permitindo seletivamente que um idiota a menos sobreviva”.

O estudo analisou 318 casos, dos quais 282, ou 88,7%, envolviam homens. Os autores destacam as limitações do estudo, incluindo a sua natureza retrospectiva, o viés de seleção – mulheres podem ser mais propensas a nomear homens – e o viés dos relatos – é possível que candidatos do sexo masculino possam ser mais interessantes para a imprensa do que os candidatas do sexo feminino.

“Apesar dessas limitações, não pode haver dúvida de que os vencedores do Prêmio Darwin parecem fazer pouca ou nenhuma avaliação real do risco ou tentativa de gestão de risco [das situações nas quais se colocam]”, explicam os pesquisadores. “Em alguns casos, a inteligência do vencedor do prêmio pode ser questionada. Por exemplo, os funcionários de um escritório que assistiam a um trabalhador da construção civil demolir um estacionamento no lote adjacente devem ter questionado a inteligência do homem. Depois de dois dias de especulação no escritório – ‘Como é que ele planeja remover o apoio final para que o estacionamento seja destruído em segurança?’ – eles descobriram, no terceiro dia, que ele não tinha um plano e a plataforma de concreto ruiu, esmagando-o até a morte e achatando sua mini-escavadora”.

Ainda não é o suficiente para você? Outros exemplos de vencedores anteriores citados no estudo são o homem que deu um tiro na cabeça com “caneta espiã” para mostrar a seu amigo que o objeto era real e o terrorista que enviou uma carta-bomba com o endereço incorreto e, quando a correspondência voltou, abriu-a.

Caso você esteja se perguntando, todos os autores do estudo são homens. Eles incluem Ben Alexander Daniel Lendrem, um estudante de 15 anos da Escola King Edward VI em Morpeth, Inglaterra, e seu pai, Dennis William Lendrem, do Instituto de Medicina Celular, em Newcastle.

Ainda é um mistério, contudo, porque exatamente os homens agem desta forma, questão que confunde os investigadores. “É intrigante que os homens estejam dispostos a assumir tais riscos desnecessários – simplesmente como um rito de passagem, em busca de estima social do sexo masculino ou apenas em troca do ‘direito de se gabar’”, escrevem.
Como os homens perderam os temíveis espinhos no pênis

O estudo acrescenta que, presumivelmente, o comportamento idiota confere alguma vantagem seletiva, ainda não identificada, para aqueles que não se tornam vítimas de suas próprias idiotices. “Até que a Teoria dos Homens Idiotas nos dê uma explicação completa e satisfatória do comportamento idiota masculino, serviços de emergência hospitalar vão continuar a arcar com as consequências”.

O trabalho termina com a advertência habitual sobre mais pesquisas serem necessárias para explicar as diferenças entre homens e mulheres, mas oferece um conselho sazonal para pesquisas futuras: “Com a época festiva chegando, pretendemos seguir com estudos observacionais de campo e um estudo experimental – homens e mulheres, com e sem álcool – no ambiente semi-naturalista da festa de Natal”.

Esperamos ansiosamente o que vem por aí.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Estudo: homens são idiotas que fazem coisas estúpidas

Deixe o seu comentário