Filha de Mário Lago se diz “enojada” com premiação de William Bonner no Faustão

William Bonner e Fausto Silva do Troféu Mario Lago 2014 (foto: Paulo Belote/Globo)

William Bonner e Fausto Silva do Troféu Mario Lago 2014 (foto: Paulo Belote/Globo)

Publicado no UOL

No último domingo (21), William Bonner foi agraciado com o Troféu Mário Lago 2014, durante o programa “Domingão do Faustão”, e recebeu o prêmio das mãos da atriz Fernanda Montenegro,  vencedora do ano passado.

Ao receber o troféu, Bonner assistiu a um VT –no qual mostra o início de sua carreira, pela Rádio USP, e o tempo em que trabalhou pela TV Bandeirantes–, foi aplaudido por jornalistas da Globo e ouviu uma homenagem feita por amigos que conhecem o outro lado do âncora.

Enquanto isso, no Facebook, a filha de Mário Lago, Graça Lago, fazia um desabafo recheado de críticas ao jornalismo da emissora.

“Meu pai, Mário Lago, merece respeito. Enojada e revoltada com a farsa que foi o Prêmio Mário Lago 2014. Com a audiência do JN despencando, o premiado foi o editor geral do panfleto global. E tome elogios ao jornalismo da Globo, à “ética, lisura e imparcialidade” do JN, à maneira “firme, mas respeitosa” como Bonner conduziu as entrevistas com os presidenciáveis, ao serviço prestado pelo JN à moralização do país… E tome pau nas redes sociais “instrumentalizadas pelos partidos” para atacar a globo e seu jornalismo. Nojo. Lá no infinito papai e mamãe devem ter ficado muito revoltados. E atenção, Rede Globo, não sou instrumentalizada por ninguém ou por nada. Sei pensar, refletir, fazer escolhas, opinar, me posicionar”, escreveu Graça em seu perfil.

Ironicamente, em seu discurso durante o Faustão, Bonner reclamou da intolerância política e ideológica em redes sociais. “O jornalismo da Globo amadureceu muito com a própria democracia brasileira. Desde a campanha eleitoral de 2002, que nós realizamos essas entrevistas. É curioso, porque desde 2002 todos os candidatos foram tratados, assim, de uma forma rigorosa. O que eu posso observar aqui é que, com as redes sociais, também embutem outro problema em si: os partidos políticos instrumentalizaram com robôs que estão ali para insultar outros partidos e insultar a imprensa, que faz apenas o seu trabalho. A intolerância política e ideológica que nós experimentamos neste ano foi muito ruim e ela esteve muito presente em redes sociais.”

Morto aos 90 anos, em 2002, o ator e poeta Mário Lago defendia idéias comunistas e era militante político, o que levou sete vezes à prisão. Ele foi casado com Zeli, filha do militante comunista Henrique Cordeiro, e teve cinco filhos. Em 1989 filiou-se ao Partido dos Trabalhadores e em 1998 participou como âncora dos programas eleitorais Lula à presidência da República.

O Troféu Mario Lago teve sua primeira edição no ano de 2001, com o artista que deu nome ao prêmio, e, em seguida, foi entregue a artistas como Laura Cardoso, Paulo José, Glória Menezes, Tarcísio Meira, Tony Ramos, Lima Duarte, Glória Pires, Gilberto Gil, Antônio Fagundes, Hebe Camargo, Regina Duarte, Roberto Carlos e Fernanda Montenegro.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Filha de Mário Lago se diz “enojada” com premiação de William Bonner no Faustão

Deixe o seu comentário