Álbum “Let it Be” é um monte de lixo, diz ex-engenheiro de som dos Beatles

capa-do-album-let-it-be-dos-beatles-1420202085504_300x300

Publicado no UOL

Ex-engenheiro de som dos Beatles, o produtor Glyn Johns classificou o álbum “Let it Be” (1970), o último lançado pela banda, como “um monte de lixo”. A declaração polêmica foi dada ao jornal “The New York Times”.

Glyn Johns havia sido recrutado em 1969 para trabalhar como engenheiro no disco, então intitulado “Get Back”; Sob a tutela do produtor George Martin, a ideia era que as faixas soassem mais cruas, sem “overdubs”, mostrando o grupo como ele realmente era.

Cansado das brigas entre os integrantes, Martin, no entanto, acabou abandonando o projeto, deixando a produção a cargo de Phil Spector, que mudou a sonoridade original, empregando sua técnica de “parede sonora”, que visava obter o melhor som em rádios AMs e jukeboxes.

“Fiquei desapontado quando Lennon deu as fitas à Phil Spector, e ainda mais decepcionado com o que Phil fez com o projeto”, diz Glyn Johns, que atualmente divulga o livro “Sound Man”, em que conta sua experiência trabalhando com bandas como Led Zeppelin, Rolling Stones e The Who. “Não tem nada a ver com os Beatles. ‘Let It Be’ é um monte de lixo.”

Johns começou a trabalhar nas fitas de “Get Back” em março de 1969, época em que os Beatles começaram em paralelo as sessões de “Abbey Road”. A sonoridade apresentada por John, no entanto, não agradou aos integrantes, que rejeitaram as faixas duas vezes. “Eu não os conhecia. Eu era o mesmo que qualquer outra pessoa do planeta, que os viam como aqueles ícones extraordinários.”

Em seu livro, Johns afirma revela ainda que, no início dos anos 1970, Bob Dylan perguntou sobre a possibilidade de gravar um álbum com os Beatles e Rolling Stones.

“[Dylan] me perguntou sobre o álbum dos Beatles, que eu havia acabado de terminar, e ele foi muito elogioso sobre o meu trabalho com os Stones ao longo dos anos. Balbuciei sobre o quanto todos nós fomos influenciados por seu trabalho”, escreve John, relembrando um encontro com Dylan em um aeroporto de Nova York, quando o cantor perguntou se ele poderia sondar o interesse das bandas no projeto.

“Eu fiquei completamente surpreso. Consegue imaginar as três maiores influências na música popular da década anterior fazendo um álbum juntos?”

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Álbum “Let it Be” é um monte de lixo, diz ex-engenheiro de som dos Beatles

Deixe o seu comentário