Doutorado ou ensino fundamental: qual a escolaridade de quem fuma mais?

fumar
publicado no Brasil Post

Fumar é coisa de gente “sem educação”? Ao menos de acordo uma pesquisa da Universidade Yale, adultos com maiores níveis de escolaridade têm muito menos chances de fumar que aqueles que tiveram menos educação formal.

Nos Estados Unidos, entre os adultos com apenas o ensino médio completo, a porcentagem de fumantes gira em torno de 25%. Já entre aqueles com bacharelado, a parcela cai para 9%. Apenas 6% dos pós-graduados fuma. Os dados são de uma pesquisa da CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos) realizada em 2012.

Mas por quê?

O estudo, que acompanhou pessoas durante 14 anos, indica que as expectativas de vida, a pressão social dos colegas e até as políticas educacionais da escola entre os 13 e os 15 anos podem ser associadas ao tabagismo na vida adulta.

De acordo com a autora do estudo, Vida Maralani, adolescentes que tiveram condições educacionais piores neste período apresentaram maiores chances de fumar entre os 26 e os 29 anos.

Porém, Maralani não conseguiu encontrar relações entre as habilidades intelectuais e ambições de carreira durante a adolescência e o tabagismo na vida adulta.

“De um modo geral, a desigualdade de escolaridade entre fumantes e não-fumantes pode ser melhor entendida como um pacote de desvantagens desenvolvidas ao longo da infância, e não como efeito da educação sobre a saúde”, explicou Maralani em declaração escrita.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Doutorado ou ensino fundamental: qual a escolaridade de quem fuma mais?

Deixe o seu comentário