O amor não é tudo, mas vale um lanche grátis no McDonald’s

Em crise, rede de fast-food aproveita o SuperBowl para lançar nos EUA a campanha ‘Pague com amor’

Combo do Big Mac, o mais tradicional sanduíche da rede americana (foto: David Paul Morris / Bloomberg)

Combo do Big Mac, o mais tradicional sanduíche da rede americana (foto: David Paul Morris / Bloomberg)

Publicado em O Globo

Quem não se lembra dos agora remotos anos 1980, quando uma bem-sucedida campanha publicitária fazia os consumidores cantarem “dois hambúrgueres, alface, queijo molho especial..” para faturar um lanche gratuito no Mc Donald’s? O desafio está de volta. E de cara nova. Em meio a uma crise nas vendas e com um novo presidente, a rede de fast-food americana decidiu apelar ao amor para impulsionar suas vendas. A partir de domingo, 1º de fevereiro, quando milhares de pessoas em todo o mundo estiverem de olho no SuperBowl, a final da liga americana de futebol (NFL), a rede de fast-food vai lançar uma nova propaganda incentivando os clientes a praticarem um ato de amor em troca do tradicional combo sanduíche-batatas fritas-refrigerante.

A nova campanha “Pague com amor” será exibida em rede nacional nos Estados Unidos pela primeira vez no domingo e terá um minuto de duração. A estreia é marcada de polêmicas na internet. Desde outubro passado, o “Wall Street Journal” especulava sobre a nova estratégia da empresa para atrair clientes. E o vídeo da campanha foi, finalmente, divulgado nesta sexta-feira na internet. A ideia é basicamente dar aos consumidores comida de graça em troca por uma demonstração de amor. Vale tudo: de um abraço no funcionário a um telefonema a alguém amado, no caixa, na hora do pagamento. A promoção será válida do dia 2 de fevereiro a 14 de fevereiro. E o barulho nas redes sociais foi tamanho que a empresa emitiu um comunicado.

“O McDonald’s vai aceitar aleatoriamente uma nova forma de pagamento. Os clientes que entrarem nos restaurantes participantes da promoção em todos os EUA, em horários predeterminados, distribuídos entre 6h e 18h, serão selecionados para participar do “Pague com amor”. Quando o cliente fizer seu pedido e apresentar seu método de pagamento, o funcionário do caixa ou o administrador do amor vai explicar que o Mc Donald’s está fazendo algo especial naquele dia. Assim, ocliente terá a opção de pagar normalmente ou fazer um ato de amor. Por exemplo, o café da manhã pode custar apenas um ‘high five’ (toca aqui) amigável com funcionário em serviço. O almoço poderia ser pago com um telefonema para ente querido, e o jantar, com um elogio.

A promoção vem em um momento crucial para a empresa. Afinal, há poucos dias, o McDonald’s anunciou uma queda de 2,4% na receita em 2014. E mais. A gigante do fast-food não registra um crescimento de vendas nos EUA, seu maior mercado, desde outubro de 2013. Os números desfavoráveis promoveram uma reviravolta no comando do grupo. Don Thompson, de 51 anos, deixará o cargo de CEO e presidente do conselho administrativo da empresa, a partir de 1º de março. Ele será substituído por Steve Easterbrook, que era vice-presidente encarregado da marca McDonald’s e ex-chefe de Operações europeias.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for O amor não é tudo, mas vale um lanche grátis no McDonald’s

1 Comentário

Deixe o seu comentário