Falso vídeo pornô no Facebook já infectou mais de 100 mil computadores

Arquivo, que pede a usuário para baixar nova versão de Flash, carrega malware do tipo trojan

Vírus monitora movimentos no mouse e no teclado - Dado Ruvic /REUTERS

Vírus monitora movimentos no mouse e no teclado – Dado Ruvic /REUTERS

Publicado em O Globo

Se alguém na sua timeline do Facebook compartilhar um vídeo pornográfico, pense duas vezes antes de clicar. Se você clicar e vir um pedido para instalar uma atualização no seu software Flash, recuse rapidamente. Trata-se de um malware, do tipo Trojan, que já infectou os hardwares de mais de 110 mil usuários da rede social em dois dias.

— O Trojan já infectou usuários que procuram algo excitante. Ao abrir a postagem, o internauta terá um problema na pré-visualização de um vídeo pornô e que pedirá para baixar um falso flash player para contiuar a visualização — explicou Mohammad Faghani, especialista em segurança digital, em um texto dentro de uma lista de discussão especializada.De acordo com Faghani, a cada vez que ele infecta um computador, ele se reproduz para outros vinte amigos ligados aquele usuário infectado. Uma tática que ajuda a disseminação mais rápida do vírus.

O especialista chamou esta técnica de “Magnet” e alertou que o trojan pode sequestrar movimentos de teclado e de mouse das vítimas.

Está longe de ser a primeira vez que vídeos picantes são usados como isca para golpes de malware. Em julho de 2014, por exemplo, a empresa de segurança BitDefender emitiu um alerta sobre um embuste conhecido para se parecer com um vídeo do YouTube que passava vírus.

Em um comunicado divulgado ao blog Threatpost, um porta-voz do Facebook, disse que a empresa estava ciente dos acontecimentos e estavam trabalhando para deter o vírus.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Falso vídeo pornô no Facebook já infectou mais de 100 mil computadores

1 Comentário

Deixe o seu comentário