Abomino completamente os posicionamentos políticos de Danilo Gentili, afirma Rafinha Bastos

rafinha bastos

Publicado na Folha de S. Paulo

Dono de uma língua afiada, Rafinha Bastos, 38, coleciona uma longa lista de desafetos. Mas é a rivalidade com ex-companheiro de emissora Danilo Gentili, 35, que mais o magoa.

O humorista diz que já considerou Gentili seu amigo, apesar de a recíproca não ser verdadeira.

“Posso te falar uma coisa? Ele me sacaneia muito mais do que eu sacaneio ele. O Danilo saiu gritando aos quatro cantos que nunca tinha sido meu amigo. E eu já o considerei meu amigo em algum momento, tanto que abrimos uma sociedade. Mas sinto que tenho que resolver os meus problemas com ele, pois fica esse negócio de fazer fofoquinha, fazer tuíte, tirar sarro, alfinetar”, afirmou em entrevista à revista “Playboy” de fevereiro.

“Os posicionamentos políticos que esse sujeito tem, eu abomino completamente. Não quero estar no mesmo lugar que ele. Podemos discordar, podemos ter um debate útil, pois eu teria o maior prazer em conversar realmente sobre uma série de assuntos. Só que é um negócio distante, é uma agressão infantil no programa, ele dizendo ‘porque eu tenho mais audiência’. Umas coisas ridículas. Ele já viveu a realidade da Band”, acrescentou.

O apresentador do “Agora É Tarde” chegou a ser cotado para a temporada 2015 do “CQC”, mas foi poupado pela emissora. Por comandar um talk show, Rafinha reconheceu que as vezes toma cuidado com suas piadas.

“O cara que estou sacaneando neste momento é o que cara que daqui duas semanas pode estar no ‘Agora É Tarde’. O que tenho que pesar muito não é o humor que trata sobre o mundo artístico, político ou até mesmo sobre nada, mas o humor sobre pessoas físicas. Posso fazer tranquilamente 50 mil piadas sobre a Ivete Sangalo, mas quero fazer piadas que se eu estivesse no lugar dela, não deixaria de ir ao programa, porque preciso dela. Não posso deixar de fazer piadas com ela, mas tenho que fazer piadas que eu não feche portas”, afirmou.

Rafinha ainda revelou à publicação que já sentiu ofendido.

“Uma vez, numa brincadeira, o Marcelo Tas chamou minha mãe de puta. Foi a única vez que uma piada me incomodou. Afinal, se sou o cara que faz as piadas, não tenho o direito de me ofender com absolutamente nada”.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Abomino completamente os posicionamentos políticos de Danilo Gentili, afirma Rafinha Bastos

Deixe o seu comentário