Evangélico, Eduardo Cunha pode entregar TV Câmara a partido ligado à Universal

PRB

Márcio Falcão e Ranier Bragon, na Folha de S.Paulo

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), quer conferir um comando político para a área de comunicação da Casa, que atualmente é controlada por servidores de carreira. Evangélico, o peemedebista pretende entregar o novo cargo ao PRB, ligado à Igreja Universal.

O mais cotado para o posto é o deputado Cleber Verde (PRB-MA), integrante da Frente Parlamentar evangélica, mas que se diz católico.

Os técnicos da Câmara ainda debatem o novo formato da Secretaria de Comunicação, que deve ser submetido à Mesa Diretora da Casa depois do feriado de Carnaval.

Entre as opções estão um cargo de supervisor ou até mesmo uma espécie de conselho político responsável pelas diretrizes dos meios de comunicação da Casa, como TV, Rádio e Agência Câmara, que divulgam as atividades dos congressistas.

Internamente, a proposta tem enfrentado resistências de funcionários da área de comunicação. Na campanha para presidência, Cunha reeditou a ideia de levar a cobertura da TV Câmara aos Estados para acompanhar a atuação dos parlamentares em seus redutos eleitorais.

A iniciativa sempre é defendida, mas tem difícil execução e projeta custo alto com equipamento e pessoal próprio nos Estados. O peemedebista prometeu ainda implementar a transmissão da Rádio Câmara para todas as cidades com mais de 100 mil habitantes. Pelo Twitter, Cunha confirmou que fará “profundas mudanças” na TV Câmara e que será dirigida por deputados. Sem dar detalhes, ele afirmou que a cobertura nos Estados será uma parceira com assembleias legislativas.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Evangélico, Eduardo Cunha pode entregar TV Câmara a partido ligado à Universal

Deixe o seu comentário