Estado Islâmico queima 45 pessoas até a morte em cidade iraquiana, denuncia chefe de polícia

Local fica perto de base aérea usada pelos Estados Unidos

Islamic-Jihad

Publicado em O Globo

Integrantes do grupo extremista Estado Islâmico queimaram até a morte 45 pessoas em uma cidade iraquiana próxima a uma base área usada pelos Estados Unidos, afirmou nesta terça-feira um chefe de polícia local. O coronel Qasim al-Obeidi não tem certeza da identidade das vítimas, mas suspeita serem membros das forças de segurança que atuavam em al-Baghdadi. Ele pediu ajuda internacional contra os ataques do grupo.

Jihadistas do EI capturaram a cidade, perto da base de Ain al-Asad, na semana passada. Como o acesso ao local está difícil, não é possível comprovar as informações sobre o massacre.

Segundo Obeidi, um complexo de casas de famílias das forças de segurança e de funcionários do governo local estava sob ataque nesta terça-feira.

A notícia de que 45 pessoas teriam sido queimadas surge semanas depois de o EI divulgar um vídeo em que executa da mesma forma um piloto jordaniano capturado na Síria. O avião de Muath al-Kasaesbeh caiu no país em dezembro e foi capturado por militantes.

Até a semana passada, al-Baghdadi era uma das poucas cidades na província de Anbar ainda sob controle do governo iraquiano.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Estado Islâmico queima 45 pessoas até a morte em cidade iraquiana, denuncia chefe de polícia

Deixe o seu comentário