Líder espiritual indiano é acusado de incentivar 400 homens a remover os testículos

Gurmeet Ram Rahim Singh teria dito aos seguidores que isso os deixaria ‘mais perto de Deus’

Gurmeet Ram Rahim Singh está no centro das acusações - Reprodução/YouTube

Gurmeet Ram Rahim Singh está no centro das acusações – Reprodução/YouTube

Publicado no The Independent [via O Globo]

O líder espiritual da organização indiana Dera Sacha Sauda foi acusado de incentivar centenas de seguidores a serem castrados com a promessa de que isso os tornariam pessoas mais próximas de Deus. Gurmeet Ram Rahim Singh é uma espécie de popstar da TV indiana, cuja fortuna passa dos US $ 50 milhões, e está sendo investigado por ter supostamente manipulado cerca de 400 homens a ter seus testículos removidos.

Um de seus antigos seguidores que se submeteram à castração há sete anos é Hans Raj Chauhan, de 35 anos. Ele é um dos poucos a romper o silêncio para falar sobre a questão.

– [As vítimas] foram informadas de que somente aqueles que se castrassem seriam capazes de encontrar a Deus – disse o advogado de Chauhan, Navkiran Singh, de acordo com o “Sydney Morning Herald”.

Chauhan promoveu uma petição contra o guru em 2012 e o Departamento Central de Investigação indiano começou a apurar reivindicações sobre o caso que datavam de 2000 na preparação de acusações de lesão corporal grave. No entanto, acredita-se que muitos seguidores têm medo de falar sobre o assunto.

Em janeiro, o “MailOnline” relatou como Singh, o chefe da organização Dera Sacha Sauda, ​​tinha rebatido as acusações. Numa coletiva de imprensa sobre seu novo filme, ele disse:

– Tais alegações me perturbam, enquanto estou fazendo o bem para a humanidade. Por isso, eu e meu assessor jurídico estamos indo ao Tribunal contestar as acusações.

Segundo relatos, as supostas castrações foram realizadas, principalmente, em um hospital dirigido pela própria Dera Sacha Sauda na vila ancestral de Singh Gurusar Modia, no bairro Hanumangarh de Rajasthan.

O Dera Sacha Sauda também possui fábricas, mercados, fazendas, restaurantes, hotéis e administra escolas e orfanatos, de acordo com a “Latterly Magazine”.

Singh – que tem mais de 87 mil seguidores no Twitter, mas não segue ninguém – descreve a si mesmo na rede social como um “santo espiritual / filantropo / cantor versátil / atleta polivalente / cineasta / diretor de arte / diretor musical / roteirista / letrista / autobiógrafo / diretor de fotografia”.

dica do Gerson Caceres

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Líder espiritual indiano é acusado de incentivar 400 homens a remover os testículos

Deixe o seu comentário