Garota de 15 anos supera câncer após médicos dizerem que ela não sobreviveria

Carol ao lado de sua "madrinha" Giselda

Carol ao lado de sua “madrinha” Giselda

Publicado no Catraca Livre

A menina Carolina Camargo de Souza tinha 10 anos de idade quando recebeu a notícia de que tinha um câncer tão agressivo que, possivelmente, quimioterapia e radioterapia não resolveriam.

A avaliação dizia que ela tinha 42 nódulos malignos na coluna. Ainda assim, a garota insistiu no tratamento – mesmo após ouvir de oito médicos que ela não sobreviveria.

Mas ela resistiu. Na véspera do Dia Mundial da Luta Contra o Câncer, que é comemorado nesta quarta-feira, 8, ela celebrou outra data importante: seu aniversário de 15 anos.

“O segredo é nunca deixar de acreditar que a cura vai chegar”, falou a jovem ao G1. Na entrevista, ela contou que já passou por duas cirurgias e fez quimioterapia.

A garota recebeu muito apoio durante sua recuperação, como de sua mãe, de seu irmão e de Giselda Cullen, vice-presidente de uma instituição que luta contra o câncer infantil em Piracicaba, interior de São Paulo. “Eu fui convidada por uma amiga a visitar a Carol. Aos 10 anos, ela pesava 18 quilos, era muito frágil. É impressionante ver como ela reagiu. Hoje, é ela quem visita crianças e dá incentivo aos pequenos”, explicou Giselda.

Carolina explica que foi se recuperando e ganhando peso aos poucos. Ela ainda não está completamente curada, mas já está bem melhor e vai até à escola. “Os médicos dizem que eu sou uma inovação, porque sou a única a resistir a esse tipo de câncer. Eles falaram que eu não ia chegar aos 15 anos e estou aqui. Foram cinco anos de milagre”, comemorou.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Garota de 15 anos supera câncer após médicos dizerem que ela não sobreviveria

1 Comentário

Deixe o seu comentário