Datafolha: 63% dos eleitores apoiam impeachment da presidente Dilma

Pesquisa também mostra que a maior parte da população não sabe quem assumiria a Presidência no lugar da petista

Datafolha aponta que 63% dos entrevistados apoiariam o impeachment de Dilma Roussef (foto: André Coelho/07-04-2015 / Agência O Globo)

Datafolha aponta que 63% dos entrevistados apoiariam o impeachment de Dilma Roussef (foto: André Coelho/07-04-2015 / Agência O Globo)

Publicado em O Globo

Pesquisa do Datafolha divulgada na tarde deste sábado mostra que 63% dos entrevistados apoiariam a abertura de um processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT), a partir do que foi revelado até o momento na Operação Lava-Jato, que investiga um esquema de corrupção que envolve partidos políticos, empreiteiras e diretores da Petrobras. Entretanto, o Datafolha demonstra também que a maior parte das pessoas não sabe o que poderia acontecer após uma destituição da presidente ao cargo.

Do total de eleitores que defendem o impeachment de Dilma, apenas 12% estão conscientes de que, caso ela seja afastada, o cargo seria ocupado por Michel Temer (PMDB). Os resultados da pesquisa foram publicados no site do jornal “Folha de S.Paulo”.

Os pesquisadores perguntaram àqueles que defendem a saída da presidente quem assumiria em seu lugar. Deste grupo, 27% responderam que seriam o vice-presidente (sem citar seu nome) e 10% disseram que seria Michel Temer. Do total de entrevistados, 63% declararam não saber o nome do vice. Entre os apoiadores do impeachment, 12% disseram acreditar que o candidato derrotado na última eleição, o senador Aécio Neves (PSDB), assumiria a Presidência, e 39% disseram não saber o que aconteceria.

Embora a maioria das pessoas apoie a abertura de uma investigação contra Dilma, 64% não acreditam no afastamento da presidente. Para 57% dos entrevistados, Dilma sabia da corrupção na Petrobras. Outros 26% acreditam que, embora soubesse do esquema, a presidente não poderia fazer nada para impedir que ele continuasse. Por fim, 12% responderam que Dilma não sabia da corrupção na Petrobras.

A reprovação da presidente Dilma ficou estável em relação à última pesquisa do Datafolha, feita em março. O número de eleitores que considera o mandato de Dilma ruim ou péssimo oscilou de 62% para 60%. Como a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, o índice ficou estacionado. A quantidade de pessoas que considera o governo bom ou ótimo ficou estável em 13% nas duas pesquisas. Já aqueles que o acham regular oscilou de 24%, em março, para 27%, em abril.

NOVA ELEIÇÃO

O instituto de pesquisa também perguntou aos eleitores em quem eles votariam caso fossem convocadas novas eleições presidenciais. O resultado revela um empate técnico entre Aécio e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O tucano foi escolhido por 33% dos eleitores, enquanto o petista ficou com 29% das intenções de voto.

Marina Silva, que concorreu às últimas eleições pelo PSB, e o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa aparecem empatados em terceiro lugar, com 13% das respostas. O Datafolha ouviu 2.834 pessoas em 171 municípios entre 9 e 10 de abril. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Datafolha: 63% dos eleitores apoiam impeachment da presidente Dilma

2 Comentários

  1. edson tadeu disse:

    O DATA FOLHA DIZ QUE OUVIU 2.734 pessoas isso é 63% da populaçao? se eles fazem a pesquisa nos bairros nobres de SP vai ter essas 2 734 pessoas mais isso nao representa 63% da população

Deixe o seu comentário