Silas Malafaia fala contra anúncio da Boticário e compara homossexuais a pedófilos

13156663

Publicado no F5

O pastor Silas Malafaia, 58, entrou na polêmica em torna do anúncio da Boticário de Dia dos Namorados, que mostra casais homoafetivos trocando presentes entre si.

Ele publicou em seu canal do YouTube um vídeo em que diz que não concorda com o anúncio, que classifica como “promoção de homossexualismo”.

“Sou contra e estou aqui pra dizer (…) a família é milenar, homem, mulher e sua prole. (…) Tenho o direito de preservar macho e fêmea, porque essa é a história da civilização humana”, disse no vídeo.

Ao “F5”, o pastor explicou que acha que só pode haver um tipo de amor entre homossexuais, “o amor da carne”. “Hoje a sociedade reprova o amor de um adulto sobre uma criança. Aquilo é o quê? É uma doença? Homossexualismo também era considerado uma doença”, disse.

Ele argumentou que ser homossexual é “comportamento, não condição” —comportamento que classifica como “vício da natureza”, assim como pedofilia, prostituição e fumar.

“Quer dizer que todo mundo nasce homossexual? Eu digo, se 48 ou 50% foram violados quando eram crianças ou adolescentes…”. Segundo ele, crianças e adolescentes podem ser incentivadas a ser tornar gay com o anúncio da marca de cosméticos.

O pastor cita frequentemente a suposta pesquisa que afirma que 50% dos homossexuais foram violados quando eram crianças, mas nunca forneceu uma fonte.

NOVELAS

Malafaia também comentou a trama da novela “Babilônia”, da Globo, que sofreu alterações em seu enredo devido à reprovação do público ao romance entre duas mulheres, entre outros pontos polêmicos.

“A maioria dos autores de novela são homossexuais e estão defendendo uma ideologia”, argumentou o pastor. “Esses caras que escrevem estão fazendo ativismo gay através da novela. Estão fazendo defesa da ideologia”.

Malafaia sustenta que as mudanças na novela são fruto da sociedade se posicionando. “A sociedade brasileira é conservadora, 90% da população é cristã. Você não muda essas coisas da noite para o dia. E a imprensa brasileira é muito favorável. Dá muito destaque a tudo que vem de gay. Morreu um gay, é notícia”.

ANÚNCIO

O anúncio da “O Boticário” mostrando casais gays gerou reprovação de setores conservadores.

Divulgado no último dia 25, o filme, que retrata uma série de momentos de carinho entre casais hétero e homossexuais, tinha mais de 145 mil “dislikes” (sinais de reprovação) no site até as 14h30 desta terça-feira (2).

No Facebook, grupos conservadores convocaram os seguidores a marcar “não gostei” na página do vídeo no Youtube. Uma mensagem que circula pelo WhatsApp também pede a reprovação. A mobilização surgiu acompanhada de ameaças de boicote aos produtos da marca.

Uma internauta chegou a publicar um texto contrário à propaganda no site “Reclame Aqui”, um dos maiores serviços brasileiros de reclamações sobre atendimento, compra, venda e produtos.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Silas Malafaia fala contra anúncio da Boticário e compara homossexuais a pedófilos

2 Comentários

  1. Ronaldo disse:

    Esse Malafaia é um verme farsante!

  2. Paulo disse:

    Ainda bem que nem todos são covardes. O ativismo gay pensa que pode enganar nos do que e verdadeiro, mas só engana os vazios como eles mesmos.

Deixe o seu comentário