Evangélicos protestam contra a homofobia na parada gay de SP

Grupo de jovens religiosos empunhava cartazes contra políticos como Eduardo Cunha, Silas Malafaia e Marco Feliciano

foto: Junior Lago/UOL

foto: Junior Lago/UOL

Publicado na Veja on-line

Um grupo de jovens evangélicos, que participa da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, neste domingo, saiu em protesto contra a homofobia. Na Avenida Paulista, eles empunhavam cartazes contra políticos como Eduardo Cunha, Silas Malafaia e Marco Feliciano, afirmando que eles não os representaram. Também pedem desculpas pela forma como a igreja trata a comunidade LGBT e divulgam a hashtag #JesusCuraAHomofobia, uma crítica à chamada “Cura Gay”, defendida por alguns líderes religiosos.

Na sua 19ª edição, a parada gay de São Paulo lota a Avenida Paulista. O primeiro trio elétrico, dos dezoito esperados, circulou pela avenida no começo da manhã e traz uma faixa com a mensagem “Fora Cunha”, uma referência ao presidente da Câmara dos Deputados, que defende a criação do “dia do orgulho heterossexual”.

Além da cantora funkeira Valesca Popozuda, o evento conta com a presença de artistas internacionais, com destaque para as três atrizes do elenco de “Orange Is the New Black”, série do Netflix que mostra a rotina de mulheres um presídio feminino. As atrizes da série americana Natasha Lyonne (Nicky Nichols), Uzo Aduba (Crazy Eyes) e Samira Wiley (Poussey) vão dançar ao som de Valesca Popozuda.

Entre os políticos presentes estão a senador Marta Suplicy e seu ex-marido, o secretário de Direitos Humanos da prefeitua de São Paulo, Eduardo Suplicy.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Evangélicos protestam contra a homofobia na parada gay de SP

1 Comentário

  1. Tito Monteiro disse:

    Tito Monteiro-comenta:
    Jesus cura da cachaça, cura maconheiro,cura corrupto,cura homossexuais,e não homossexuais, homofóbicos (intransigentes) e putas e putos,cura todos que quiserem.Só não cura quem já está no inferno ardendo,então se previna,Sodoma e Gomorra é o exemplo. tito from brasília.

Deixe o seu comentário