10 imagens que mostram que a crucificação não é um protesto inédito

Clarissa Passos, Juliana Kataoka e Iran Giusti, no BuzzFeed

A alegoria representada por uma atriz transgênero, que desfilou crucificada em um dos trios elétricos da Parada do Orgulho LGBT, foi duramente criticada por líderes evangélicos, como o pastor Marco Feliciano, e por muita gente nas redes sociais.

Mas o uso da crucificação para representar um ponto de vista não é inédito.

1. Em outubro de 2012, a revista Placar colocou Neymar crucificado na capa.

Reprodução / Via wp.clicrbs.com.br

Reprodução / Via wp.clicrbs.com.br

A opinião da revista era de que o craque tinha sido pego para Cristo pelos críticos que o acusavam de só cair em campo.

2. Em 1990, Bezerra da Silva posou assim para a capa do seu disco “Eu Não Sou Santo”.

Reprodução / Via libertosdoopressor.blogspot.com.br

Reprodução / Via libertosdoopressor.blogspot.com.br

3. Em 2010, Marcelo D2 postou no Twitter esta montagem, inspirada na capa do Bezerra da Silva.

Reprodução / Via ofuxico.com.br

Reprodução / Via ofuxico.com.br

4. A própria Placar já havia recorrido à alegoria da crucificação antes de Neymar: em 2001, botou Marcelinho Carioca como cristo do Corinthians.

Reprodução / Via observatoriodaimprensa.com.br

Reprodução / Via observatoriodaimprensa.com.br

5. E uma edição rara do VHS de “Navalha na Carne”, filme de 1997 estrelado por Vera Fischer, era assim.

Reprodução / Via produto.mercadolivre.com.br

Reprodução / Via produto.mercadolivre.com.br

6. Incontáveis editoriais de moda usaram a imagem clássica da iconografia cristã. No Brasil, um deles foi o ensaio do estilista Sergio K. com o modelo Tony Ward.

Reprodução / Via glamurama.uol.com.br

Reprodução / Via glamurama.uol.com.br

7. A Veja também já usou a imagem simbólica da crucificação para representar o brasileiro e os impostos.

Reprodução / Via produto.mercadolivre.com.br

Reprodução / Via produto.mercadolivre.com.br

8. Anônimos também já representaram a crucificação em protestos pelas mais diversas causas.

Reprodução / Via amigodecristo.com

Reprodução / Via amigodecristo.com

André Luiz dos Santos usou a imagem para protestar por justiça no julgamento do goleiro Bruno pelo assassinato de Eliza Samudio.

9. Como nesta passeata pelas cotas em concursos públicos.

Reprodução / Via noticias.band.uol.com.br

Reprodução / Via noticias.band.uol.com.br

10. E nos protestos de 12 de abril contra a Dilma na Paulista.

Agência Brasil

Agência Brasil

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for 10 imagens que mostram que a crucificação não é um protesto inédito

1 Comentário

  1. marcio disse:

    que droga de materia!

Deixe o seu comentário