Em breve, (quase) não será mais possível estourar plástico bolha; entenda

plástico bolha

Publicado na Folha de S. Paulo

Os dias de estourar plástico bolha estão prestes a acabar. Ou quase acabar.

A empresa que produz a maior parte do plástico, chamada Sealed Air Corporation, anunciou que irá comercializar uma nova versão do produto, que não pode ser estourada e ocupa menos espaço para ser transportada.

O novo plástico terá as câmaras de ar de cada bolha conectadas entre si, impossibilitando o esporte de estourar bolhas tão amado ao redor do mundo.

Após serem revendidas, elas serão infladas pelos comerciantes antes de irem parar nas embalagens, ao contrário das antigas, que já vinham prontas.

O consolo dos fãs da prática é que há muitas versões pirateadas e licenciadas de plástico bolha ao redor do mundo. No entanto, é improvável que embalagens importadas dos Estados Unidos venham com plástico bolha “estourável” a partir de agora.

As informações são do “Wall Street Journal”, que relata que há uma expansão no mercado de plástico bolha nos últimos anos, com o aumento das vendas on-line pelo mundo. A receita das vendas do plástico chegou a US$ 20 bilhões em 2013, segundo o jornal.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Em breve, (quase) não será mais possível estourar plástico bolha; entenda

Deixe o seu comentário