O sexto sentido que você não sabia que tinha

sexto-sentido-luz-polarizada-838x415

Publicado no Hypescience

Já imaginou ter uma superpoder? Algo que você usa, por exemplo, para ter informações adicionais sobre o mundo? Não estou falando exatamente de uma visão de raio-X, mas seus olhos têm habilidades que você pode não estar ciente.

Chega de mistério

Estamos todos familiarizados com cor e brilho, mas há uma terceira propriedade da luz, não tão famosa, chamada “polarização”. Essa propriedade nos diz a orientação em que as ondas de luz estão oscilando. Animais como abelhas e formigas usam os padrões de polarização como um auxílio à navegação. Mas poucas pessoas, mesmo na comunidade científica, estão cientes de que os seres humanos podem perceber a polarização da luz a olho nu.

Sim, você pode!

Em uma pesquisa recentemente publicada, foi utilizado um experimento originalmente concebido para testar as habilidades visuais de polvos e lulas para investigar a capacidade humana de perceber essa luz polarizada.
Imagine que uma corda daquelas de pular seja uma onda de luz que viaja através do espaço. Se você balançar a corda de lado a lado, a onda que você produz é polarizada horizontalmente. Mas se você agitá-la para cima e para baixo, você cria uma onda polarizada verticalmente.

Raciocínio simples, certo?

Geralmente, a luz é uma mistura de polarizações, mas às vezes – por exemplo, em partes do céu, na tela do computador e em reflexões de água ou vidro – uma grande porcentagem das ondas está oscilando na mesma orientação. Esta luz é descrita como sendo fortemente polarizada.

Você provavelmente já se deparou com alguma tecnologia que é construída em torno da luz polarizada. Por exemplo, lentes polarizadas de óculos escuros, que funcionam bloqueando a luz polarizada que é refletida de superfícies brilhantes, tais como pinturas de carro ou a superfície da água.

Isso é possível porque a luz refletida até nossos olhos de superfícies horizontais é horizontalmente polarizada e os óculos de sol têm uma estrutura que é como uma cerca, que só deixa passar as oscilações na polarização vertical, bloqueando os reflexos brilhantes produzidos pela polarização horizontal.

A luz polarizada também é o coração do cinema 3D moderno e telas de computador LCD, smartphones e tablets.
Portanto, se a luz polarizada é na verdade comum no mundo exterior, em sua casa e em seu escritório, como é que você não notou nada de especial até agora?

Veja por si mesmo

Os seres humanos percebem a luz polarizada através de um fenômeno chamado de “manchas de Haidinger” (em tradução livre). De maneira bem simplória, é assim que funciona: quando a luz polarizada (especialmente a azul) bate no olho, algumas formas amarelas são projetadas na visão.

Esse efeito se origina dentro do próprio olho e não é uma imagem de um objeto externo real, então estas manchas geralmente desaparecem em um poucos segundos, conforme o cérebro as processa. Esta é uma das razões pelas quais poucas pessoas percebem a luz polarizada no dia a dia, e também porque o estudo dessa capacidade é tão complicado.
Usando telas de LCD capazes de constantemente atualizar o efeito, os cientistas foram capazes de fazer as primeiras medições da dinâmica de aparecimento dessas formas amareladas na visão, confirmando a previsão de que algumas pessoas podem sim perceber a polarização da luz.

O papel das córneas

Os resultados mostram que a córnea pode afetar muito a maneira como você percebe a luz polarizada.
Como as propriedades ópticas da córnea variam entre os indivíduos, isso também pode explicar por que as pessoas frequentemente relatam a experiência de ver essas manchas de forma diferente.

Para ver as tais manchas de Haidinger para si mesmo, olhe para uma parte em branco de uma tela de LCD em um computador, tablet ou telefone. Depois, incline a cabeça de um lado a outros e pontos amarelos e azuis, ligeiramente maiores do que o seu polegar, devem aparecer.

Com a prática, você pode vê-los também na parte azul do céu em 90 graus a partir do sol, especialmente ao amanhecer e ao por do sol. Faça o teste e conte sua experiência nos comentários!

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for O sexto sentido que você não sabia que tinha

Deixe o seu comentário