O que leva pessoas a se demitirem no Brasil

publicado na Exame

A busca por uma remuneração melhor é a razão mais frequente dos pedidos de demissão no Brasil, segundo uma pesquisa recente da consultoria de recrutamento Robert Half.

Salário, bônus e benefícios mais atraentes justificam a troca de emprego segundo 46% dos entrevistados no estudo, que ouviu 1.675 diretores de RH em 12 países.

O executivo brasileiro é, atrás apenas do chileno (57%), o que mais pede desligamento por razões financeiras. Para Caio Arnaes, gerente de divisão da Robert Half, a preocupação com o salário faz parte da cultura nacional.

“Como na América Latina em geral, existe aqui uma grande disparidade de salários entre os níveis hierárquicos”, afirma Caio. “O status do brasileiro está muito relacionado ao seu salário, então há uma certa ansiedade para ganhar mais”.

Outras razões para se demitir, como busca por mais tempo para a vida pessoal ou oportunidades de avanço na carreira, aparecem com menos intensidade – 23% e 18%, respectivamente.

Para Arnaes, os números indicam que o brasileiro ainda associa sucesso com cargas horárias pesadas, e que a maioria ainda troca de emprego sem pensar no longo prazo. “Há um certo imediatismo em se preocupar mais com o dinheiro na mão do que com as chances de crescimento num novo emprego”, explica.

size_810_16_9_demissao

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for O que leva pessoas a se demitirem no Brasil

Deixe o seu comentário