Cães e Gatos: gatos forçaram os cães a evoluir… ou ser extintos

publicado no Hypescience

O que poderia deixar o ego de um gato maior do que já é? Provavelmente a confirmação científica de que ele é melhor do que um cachorro. Acontece que, no passado, isso não estava muito longe da verdade. Quando os membros da família Felidae viajaram da Ásia para a América do Norte, suas proezas de caça naturais dizimaram a população da família dos cães – chegando a levar 40 de suas espécies à extinção. Curiosamente, a sua chegada desempenhou um papel maior do que a mudança climática na evolução dos canídeos.

Segundo a análise de mais de 2 mil fósseis publicada revista “Proceedings of the National Academy of Sciences”, quando estes gatos ferozes chegaram na América do Norte, a sua capacidade predatória superior aumentou a concorrência por alimento. Como recursos alimentares, ou presas, eram limitados, isso significava que nem todos os predadores iam dormir com a barriga cheia.

cachorros-e-gatos-838x629

Infelizmente para os canídeos, eles eram os que mais passavam fome, e as suas opções eram se adaptar ou morrer. Portanto, a concorrência para obter comida está inevitavelmente ligada com a evolução canídea.

Os cientistas observaram que uma taxa de extinção tão significativa está mais frequentemente associada com uma mudança dramática no clima. “Nós geralmente esperamos que mudanças climáticas desempenhem um papel esmagador na evolução da biodiversidade. Em vez disso, a concorrência entre as diferentes espécies de carnívoros provou ser ainda mais importante para os canídeos”, explicou a autora Daniele Silvestro, da Universidade de Gotemburgo, na Suécia.

Até a chegada indesejada de felinos na área, os cães estavam se dando muito bem na América do Norte. Eles se originaram no continente cerca de 40 milhões de anos atrás e estavam no seu momento mais diversificado 22 milhões anos atrás, com mais de 30 espécies. Apenas nove destas espécies permanecem hoje.

À medida que os gatos ameaçavam a sobrevivência dos canídeos, eles evoluíram a partir disso – em particular, seu tamanho corporal aumentou, com alguns chegando a pesar 30 quilos. Isso os colocou entre alguns dos maiores carnívoros da América do Norte.

Hoje, vários grandes carnívoros enfrentam riscos assustadores de extinção. No entanto, nenhuma das tendências atuais correspondem a este padrão antigo de extinção. Na África, por exemplo, canídeos como cães selvagens estão constantemente em concorrência com felinos, como leões, mas não foram apresentados a eles de uma hora para outra.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Cães e Gatos: gatos forçaram os cães a evoluir… ou ser extintos

Deixe o seu comentário