Adolescente com condição rara na pele supera bullying e inspira pessoas pelo mundo

publicado no Hypeness

Os seres humanos são diferentes, mas são muitos os que ainda não aprenderam a respeitar e aceitar as diferenças. Mas a história da garota Ciera Swaringen, de 19 anos, traz esperança e mostra que, mesmo fugindo tanto do padrão, dá para ser feliz a partir do momento em que você se aceita do jeito que veio ao mundo. Com uma condição rara na pele, ela tem pintas se espalhando pelo corpo o tempo todo, mas conseguiu driblar o preconceito e resgatar a confiança.

A garota nasceu com nevos melanocíticos congênitos gigantes, que não apresentam riscos para a saúde, mas trazem uma série de manchas e pintas na pele, em constante proliferação. Não havendo chances de removê-las por procedimentos cirúrgicos ou químicos, Ciera teve de se aceitar como é, apesar das circunstâncias e do bullying que sofreu. “Eu me lembro de estar no ônibus para a escola e ouvir um garoto rindo de mim e me chamando de ‘cachorro pintado’. Isso acabou com a minha confiança — eu era jovem e aquela ofensa fez com que eu me sentisse diferente das outras crianças, como se algo estivesse errado comigo“, disse ao Daily Mail.

E se a adolescência, como todos sabem, já não é fácil pra ninguém, imagine para quem vive em condições raras. Os garotos são os que mais fazem comentários maldosos, dizendo que ela parecia estar suja e que “precisava de um banho”. Agora que está saindo dessa fase teen, tem tomado novas atitudes em prol do amor próprio e da confiança. “Aprendi a ignorar os comentários negativos e lembrar que a maioria das pessoas encara ou diz algo cruel porque não está acostumada a ver alguém com a minha condição”, contou.

Ciera7

Ciera aproveita para nos lembrar que todos têm diferenças, mas nem sempre à mostra. “Eu tenho tanto orgulho em ser diferente — e, além do que, nós todos temos algo que não é convencional, seja exposto ou não”. E ela continua, dizendo que o apoio familiar trouxe novas perspectivas para sua autoestima: “Lembro de quando eu comecei na escola e minha mãe me disse que as minhas marcas de nascença eram beijos de anjos — e eu guardo esta frase até hoje“.

Depois de pesquisar sobre sua condição para um trabalho escolar, encontrou um grupo de apoio e percebeu que não está sozinha, o que também ajudou no resgate da confiança. No Instagram, compartilha fotos constantemente e passou a exibir o corpo de biquíni. “O verão sempre foi pior para mim, porque, obviamente, eu estou mostrando mais pele do que o normal. Eu nasci diferente de todo mundo e as pessoas são rápidas a me lembrar disso. Eu nasci diferente por uma razão. Agora é hora de eu começar a abraçá-la!”, escreveu.

Ciera6

Ciera5

Ciera4

Ciera3

Ciera2

Ciera

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Adolescente com condição rara na pele supera bullying e inspira pessoas pelo mundo

Deixe o seu comentário