5 comportamentos humanos que os cães não entendem

publicado no Portal do Dog

Os cães estão sendo cada vez mais humanizados, mas não é por isso que eles conseguem entender todas as atitudes de seus tutores.

 

cachorro-amor

Apesar da relação entre homem e cachorro ser bem próxima, algumas coisas só fazem sentido para nós.
Veja 6 comportamentos humanos que os cães simplesmente não entendem:

Abraço – Nós vemos o abraço como uma maneira de demonstrar carinho. Mas imagine quando alguém invade seu espaço pessoal de maneira inesperada e sem ser convidado. É assim que alguns cães se sentem quando são abraçados por seus tutores e acabam não achando esse momento prazeroso. Para saber se seu cachorro gosta de abraço, observe como ele se comporta quando você faz isso. Se ele tentar fugir, já é uma boa resposta para sua dúvida.

Fantasias – Nós achamos lindo e engraçado quando um cachorro está vestindo uma fantasia, mas certamente ele não está entendendo nada. Isso não se torna um problema se a fantasia for apenas como uma roupinha (confortável) para o cão e não esteja muito calor. Mas é melhor mudar de ideia se a fantasia atrapalha os movimentos do cachorro ou o deixa irritado de alguma maneira.

Contato visual – Para os humanos o olhar é sinal de respeito, empatia e afeição. Mas alguns cachorros entendem o forte contato visual de outra maneira, como se você estivesse tentando dominar ou como se fosse uma ameaça. Então nunca olhe fixamente para os olhos de um cão que você está conhecendo.

Precisar de um tempo sozinho – Às vezes queremos um tempo só para nós, para coisas simples como ler um livro ou assistir tv. Nem preciso dizer que seu cachorro não vai entender isso e vai querer sua companhia de qualquer maneira.

Ser levado em uma bolsa – Alguns cães podem até não ligar quando seus tutores o carregam dentro de uma bolsa, mas a maioria prefere andar no chão para explorar o ambiente através de seu focinho e poder brincar.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for 5 comportamentos humanos que os cães não entendem

Deixe o seu comentário