Dunga se incomoda com reunião religiosa na concentração da seleção nos EUA

Pastor Guilherme Batista posta foto ao lado de Dunga no aeroporto

Pastor Guilherme Batista posta foto ao lado de Dunga no aeroporto

Publicado no UOL

Dunga não gostou da reunião religiosa que aconteceu na concentração da seleção brasileira durante os amistosos nos Estados Unidos, em Nova Jersey e Boston, no início do mês.

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (17), ele criticou a presença do Pastor Guilherme Batista, que esteve com um grupo de jogadores para fazer oração. Alisson, Kaká, Douglas Santos, Jefferson, Douglas Costa, David Luiz, Lucas Lima, Lucas Moura, Fabinho e Marcelo Grohe participaram do evento.

Dunga e Gilmar Rinaldi explicaram que não houve permissão e que a seleção não é lugar para manifestação religiosa. A reunião, no entanto, aconteceu em uma sala reservada para encontros particulares dos atletas.

“Não permiti nem eu nem Gilmar, nem a seleção. Para entender, dentro da seleção as coisas são feitas com transparência. Lá na concentração temos uma sala onde jogadores podem receber familiares, pessoas mais próximas. Nada é proibido, mas na seleção não é local de exposição política, religiosa, temos de concentrar o que estamos fazendo que é o futebol”, afirmou o treinador.

“Quanto a colocar fotografias nas redes sociais quantas dificuldades encontramos quantas pessoas querem aproveitar da mídia. Estava em São Paulo, com a comissão, e um rapaz se aproximou como torcedor normal. Para surpresa, quando fui ver, tomando café com meu chefe como se eu fosse chefe dele. Cuidado que tem de tomar. Palavra mal colocada pode ocasionar”, completou.

dica do Rogério Moreira

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Dunga se incomoda com reunião religiosa na concentração da seleção nos EUA

Deixe o seu comentário