Pai cria curativos de diferentes tons de pele para que o filho adotivo não se sinta excluído

publicado no Hypeness

Quando seu filho adotivo de apenas 4 anos se cortou, em 2013, o britânico Toby Meisenheimer não pensou duas vezes antes de colocar um curativo adesivo na testa do menino. Mas esse pequeno ato gerou um certo desconforto no pai. O motivo: seu filho era negro, mas o band-aid era branco.

Toby não demorou em postar uma foto do pequeno Kai no Facebook, mostrando aquele curativo que não refletia em nada o seu tom de pele. Foi um comentário de sua irmã que trouxe a ideia. Ela sugeriu que ele criasse sua própria empresa de curativos, pensada para pessoas de diferentes tons de pele. O conselho foi o ponto de partida para a criação da Tru-Colour Bandages.

toby11

Hoje, a empresa vende online curativos em três tons de pele (todos mais escuros do que band-aids normalmente disponíveis no mercado). Com a ideia, Toby visa promover a diversidade e permitir que pessoas de diferentes tons de pele possam se sentir à vontade para usar um curativo feito para elas.

Antes de comercializar o produto, ele quis ver a reação de seu filho. Para isso, colocou um curativo tradicional em um dos braços de Kai e um escuro, criado por ele, no outro braço. Ao perguntar qual o menino preferia, ele apontou para o curativo escuro e disse: “Esse curativo é para mim, pai. Ele combina comigo“. Com uma resposta dessas de um menino de apenas quatro anos, não restavam dúvidas de que o produto seria um sucesso.

Dá o play para saber mais:

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Pai cria curativos de diferentes tons de pele para que o filho adotivo não se sinta excluído

Deixe o seu comentário