Contra protagonista negro, internautas lançam campanha de boicote ao novo ‘Star Wars’

Publicado na Folha de S. Paulo

Publicado nesta segunda-feira (19), o trailer oficial de “Star Wars: O Despertar da Força” movimentou as redes sociais —não só do lado bom, mas também do lado mau da força.

Internautas lançaram nas redes sociais uma campanha de boicote ao novo filme da franquia, que terá um protagonista negro.

O ator John Boyega protagonizará a história no papel de Finn, sendo o primeiro “stormtrooper” negro de toda a série.

No trailer, há indícios de que Finn se tornará um jedi, já que ele aparece empunhando um sabre de luz.

Por esse motivo, figurou entre os tópicos mais comentados do Twitter a hashtag “#BoycottStarWarsVII”, acompanhada de críticas ao sétimo episódio da série.

Os comentários racistas foram rebatidos por diversos outros internautas, que apoiaram a escolha de Boyega para protagonizar o filme e relembraram que a voz do mais icônico personagem de “Star Wars”, Darth Vader, é de um homem negro.

O Episódio VII da franquia também terá como protagonista uma mulher, a atriz Daisy Ridley, que interpretará Rey, é uma espécie de carroceira do planeta Jakku.

O novo “Star Wars” chega aos cinemas no dia 17 de dezembro deste ano.

“#BoycottStarWarsVII já que Star Wars não quer pessoas brancas, então não querem nosso dinheiro também”

“#BoycottStarWarsVII porque em vez de usar a força, eles usam ações afirmativas”

“Essa campanha #BoycottStarWarsVII é nojenta. Tristes por causa de um homem negro protagonista e dizendo que isso promove ‘genocídio branco’.”

“Espero que os apoiadores de #BoycottStarWarsVII não descubram que a voz do nosso Darth Vader é de um HOMEM NEGRO”

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Contra protagonista negro, internautas lançam campanha de boicote ao novo ‘Star Wars’

Deixe o seu comentário