10 fatos que mostram a riqueza absurda de Pablo Escobar

publicado na Infomoney

Em agosto, a Netflix lançou Narcos, série que retrata a luta de um policial americano do Departamento de Narcóticos contra o tráfico de cocaína na Colômbia nos anos 1980. O país era ponto inicial da rota do produto que entrava com facilidade nos Estados Unidos e fazia muitas vítimas. Mas o foco principal dessa história é a caçada ao líder do Cartel de Medellín, Pablo Escobar (vivido pelo brasileiro Wagner Moura).

Pablo, o Rei da Cocaína, filho de um agricultor colombiano pobre, tornou-se, aos 35 anos, um dos homens mais ricos do mundo. El Patrón, como era conhecido, comandou o cartel que chegou a ser responsável por 80% do mercado global de cocaína. No auge, seu faturamento chegou atingir 420 milhões de dólares por semana.

O dinheiro era tanto que Pablo não sabia o que fazer com ele. Daí alguns caprichos dignos de um barão da droga, como gastar 2 500 dólares em elásticos para guardar as notas. O volume de notas, que crescia a um ritmo maior do que ele conseguia gastar, passou a ser guardado entre as paredes das casas de seus funcionários ou enterrado.

Outro de seus caprichos inclui o episódio em que ele pôs fogo em 2 milhões de dólares para aquecer sua filha – que estava com hipotermia – em uma caverna. Uma reportagem da Business Insider com base em entrevistas e livros sobre Pablo mostra o quão rico e poderoso ele era e parte do que ele fez com o dinheiro que ganhou.

19666_2_L

US$ 420 milhões por semana
Em meados dos anos 1980, o cartel de Escobar faturava 420 milhões de dólares por semana, o que totalizava quase 22 bilhões de dólares por ano.

Sete anos seguidos entre os mais ricos do mundo
Escobar fez parte da lista de bilionários da Forbes por sete anos consecutivos, de 1987 até 1993. Em 1989, ele foi listado como o sétimo homem mais rico do mundo.

Dono de 80% da cocaína do mundo
O narcotraficante era responsável por 80% de toda a cocaína consumida ao redor do globo.

15 toneladas de cocaína contrabandeada para os EUA todos os dias
Segundo o jornalista Ioan Grillo, o cartel de Medellín contrabandeava a maior parte de sua cocaína em linha reta ao longo da costa da Flórida. De acordo com o jornalista, o transporte era feito pela costa norte da Colômbia e de maneira escancarada. Para auxiliar no transporte, era usadas lanchas e aviões.

A cada cinco usuários, quatro usavam cocaína de Escobar
Durante a década de 1980, a cada cinco usuários, quatro usavam a cocaína do narcotraficante. Seu produto era muito cobiçado em Wall Street.

Perdia US$ 2,1 bilhões por mês
Como contou em The Accountant’s Story: Inside the Violent World of the Medellín Cartel, Roberto Escobar, irmão de Pablo, o dinheiro era tanto que seu irmão o guardava em armazéns e nas paredes das casas de membros do cartel. Escobar simplesmente tinha tanto dinheiro que nem sabia mais o que fazer com ele.

Gastava US$ 2.500 em elásticos por mês
Além de toda a dor de cabeça para se decidir em relação ao que fazer com todo o dinheiro, outro problema enfrentado por Pablo era organizar as notas.

Colocou fogo em US$ 2 milhões para esquentar sua filha
Em uma entrevista de 2009 à revista Don Juan, o filho de Escobar, Sebastián Marroquín, contou que sua família estava vivendo em um esconderijo em uma montanha em Medellín quando sua irmã, Manuela, teve hipotermia. Escobar decidiu queimar 2 milhões de dólares em notas para mantê-la aquecida.

Robin Hood colombiano
Pablo foi apelidado de Robin Hood depois de distribuir dinheiro aos pobres, habitação para os desabrigados, construir 70 campos de futebol para a comunidade e um jardim zoológico.

Construiu sua própria prisão
Em 1991, Escobar foi preso em sua própria prisão, conhecida como La Catedral. Em um acordo com o governo colombiano, Pablo foi autorizado a selecionar onde seria preso e com quem. Ele também poderia continuar a tocar seu cartel e receber visitantes. La Catedral foi equipada com um campo de futebol, churrasqueira e pátios. Ao lado, ele construiu uma casa para sua família. Além disso, as autoridades colombianas não eram permitidas em um raio de cinco quilômetros de sua prisão.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for 10 fatos que mostram a riqueza absurda de Pablo Escobar

Deixe o seu comentário