Lideranças evangélicas divulgam manifesto pela saída do Deputado Eduardo Cunha da Presidência da Câmara

manifcunha

Magali Cunha

Para comemorar os 498 anos da Reforma Protestante um grupo de pastores, pastoras, bispos, bispas e crentes de diversas igrejas evangélicas escreveram e assinaram um manifesto pedindo a saída do Deputado Eduardo Cunha da Presidência da Câmara dos Deputados.

O manifesto será protocolado nesta quarta, 28 de outubro, às 16h, na Câmara dos Deputados, com uma centena de assinaturas, de pessoas de todas as regiões do país. O documento aborda uma preocupação com o atual momento da sociedade, marcada pela crise política. Destaca que as denúncias de corrupção, inclusive os recursos expostos pelo governo suíço em contas que teriam recebido dinheiro ilícito, envolvendo o deputado Eduardo Cunha tornando-o inadequado para ocupar a presidência da Câmara dos Deputados.

O grupo de líderes religiosos destaca que Eduardo Cunha se declara evangélico, e rebate que os protestantes brasileiros tenham uma única voz. Ao lembrar da comemoração dos 498 anos da Reforma Protestante, os evangélicos que assinam o Manifesto relembram que a marca dessa caminhada é a ética, a verdade e a justiça.

Clique aqui para ver o texto completo e a lista de assinaturas.

fonte: Mídia, Religião e Política

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Lideranças evangélicas divulgam manifesto pela saída do Deputado Eduardo Cunha da Presidência da Câmara

Deixe o seu comentário