30 maneiras de morrer eletrocutado em 1931

publicado no Up date or die

O corpo humano é capaz de conduzir eletricidade. Então, se uma pessoa encosta em algo elétrico, está sujeita a levar um choque – que nada mais é do que a sensação provocada pela passagem de elétrons pelo corpo. Morrer por uma descarga elétrica deve ser realmente bem desagradável e há inúmeras maneiras que isso pode acontecer – como bem apresenta essa série de ilustrações com 30 maneiras de morrer por eletrocussão na década de 1930.

As imagens, digitalizadas por Bre Pettis, são do livro Elektroschutz in 132 Bildern, escrito por Stefan Jellinek, um médico austríaco-britânico especializado em acidentes elétricos.

Suas ilustrações descrevem as muitas formas que você poderia eletrocutar-se ou simplesmente colocar a casa em chamas: usando aparelhos próximo da água; tocando os fios elétricos com a sua cabeça; escutando música e passando roupa ao mesmo tempo; ou até fazendo xixi em uma ponte.

Felizmente hoje em dia esses acidentes são menos frequentes, graças à segurança das instalações e o uso de fios terra; mas as possibilidades das imagens abaixo são tão horríveis, quanto… divertidas.

3099561965_a12f565673_b

3099562299_4bffbb42f9_b

3099562539_f5efecece7_b

3099564023_e46eb0c326_b

3099564531_9816235b45_b

3099566151_a4849c4f13_b

3099567685_814d5c4c1b_b

3099569707_df014fc63e_b

3099570391_b2353f7d9b_b

3099571429_8c512b40da_b

3099572839_bed049e751_b

3099573545_89639d70b0_b

3099574291_69c58c9490_b

3099574905_e212b5b471_b

3099576035_6d1db08917_b

3099577057_130e1993f2_b

3099578827_12095b52b7_b

3100396620_cb64848dfe_b

3100397154_9366a768ae_b

3100398564_8f323af2c9_b

3100399022_15139598f2_b

3100400368_d7b34e9829_b

3100402050_6f58ea201f_b

3100404360_ba36765c2b_b

3100405614_b3aa5e865b_b

3100410358_038862a774_b

3100412162_110b68bac2_b

3100413782_890820e942_b

3100414330_f1d6840baa_b

Elektroschutz

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for 30 maneiras de morrer eletrocutado em 1931

Deixe o seu comentário