Brasileiro teme mais o cônjuge do que espionagem do governo, diz pesquisa

Smartphone biom

Publicado no Diário do Nordeste

Depois do vazamento de dados das agências de inteligência dos Estados Unidos, em 2013, seria de se esperar que a vigilância governamental estivesse no topo da lista de preocupações de quem tem informações privadas on-line. No Brasil, não é bem assim.

Segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (3) pela desenvolvedora do antivírus Avast!, os brasileiros têm mais medo do marido ou da mulher do que dos programas de espionagem como os revelados por Edward Snowden.

O estudo feito com mais de 5.200 brasileiros mostra que 90,5% deles temem que dados guardados no celular sejam acessados principalmente pelos parceiros e amigos. Governos ficam em terceiro lugar na lista dos bisbilhoteiros mais preocupantes, e avós, mais do que pais e mães, estão na quarta posição.

Embora a vasta maioria se sinta insegura com as informações pessoais armazenadas nos smartphones, apenas 39% usam algum tipo de bloqueio. Impedir o acesso a fotos com nudez é, para a maioria dos entrevistados, menos importante do que proteger os dados bancários.

De acordo com a Avast!, 52,8% temem mais que acessem suas senhas e números de cartão do que seus “nudes”.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Brasileiro teme mais o cônjuge do que espionagem do governo, diz pesquisa

Deixe o seu comentário