Como não ser enganado na Black Friday 2015

carrinho-de-compras-e-macbook-black-friday-1260x710

Publicado no Gizmodo

Esta semana, a Black Friday acontece pela sexta vez no varejo online brasileiro. Todo ano é a mesma coisa: lojas aumentam os preços antes do evento e depois oferecem “desconto”. Ou, mesmo que a oferta seja real, o site não aguenta a demanda e fica instável.

Felizmente, as pessoas estão mais atentas a isso. E você poderá encontrar boas promoções, já que esta será a última grande oportunidade de comprar smartphones e PCs com isenção fiscal. Siga os três passos abaixo para aproveitar melhor a Black Friday.

1) Essa oferta é boa mesmo?
Você pode descobrir se as lojas inflaram os preços para fingir desconto. Há diversos sites onde você pode conferir o histórico de preços:

JáCotei: mostra a variação dos preços mínimo e máximo de cada produto, e só reúne os preços de lojas grandes e estabelecidas. Para usar, encontre o produto, vá em “Gráfico de Preços” e confira o valor mínimo alcançado nos últimos meses. Se o preço na Black Friday estiver maior, então a “oferta” é cilada.

Bizoo: este site mostra em um gráfico a variação do preço mínimo para cada produto; basta encontrar determinado item e a variação de preço estará lá.

Também há um gráfico que mostra o histórico de preço de cada loja, se você descer a página e clicar em “Histórico de Preço”. Você pode escolher diferentes períodos: últimos 7/30/60/90/120 dias, por exemplo.

Buscapé: oferece um gráfico que acompanha o preço mínimo de um produto durante os últimos 30 dias. Encontre o produto e desça a página até a seção Histórico de Preço (ou clique em “Veja os preços dos últimos 30 dias”). O preço mínimo pode ser oferecido por lojas menos confiáveis, no entanto.

Baixou: este é o site que nos ajuda a fazer o Dealzmodo, com as melhores ofertas do fim de semana. Lá, você verá o preço mínimo dos produtos em cada loja, mas não o preço mínimo geral (englobando todas as lojas).

O Baixou também oferece uma extensão para saber se você encontrou o menor preço do mercado: o Baixou Agora está disponível para Chrome, Firefox, Safari e Internet Explorer.

2) Essa loja é confiável?
A oferta pode até valer a pena, mas se a loja não for confiável, você não vai receber o produto. Em quem confiar?

Para descobrir a reputação atual de uma loja, visite o Reclame Aqui ou o Reclamão.com. Não se assuste caso haja muitas reclamações – dependendo do tamanho da loja, isso é esperado. Mas fique de olho no número de reclamações não-atendidas, e em quantas pessoas “voltariam a fazer negócio”.

Dê uma olhada também no motivo das reclamações: é atraso na entrega? Problema no reembolso? Isso ajuda a entender melhor a reputação da empresa. E mesmo que você conheça a loja, vale a pena conferir o status dela em reclamações, porque isso pode mudar com o tempo. Às vezes, uma loja confiável passa a dar dores de cabeça alguns meses depois.

Além disso, fique de olho no link da compra para garantir que você está em um site confiável. Veja na barra de endereços do navegador se o “https://” e o cadeado estão presentes.

3) Você conseguiu fazer a compra com sucesso?
A Black Friday tradicionalmente é uma chance de as lojas desovarem produtos, e elas não trabalham com estoques enormes. Por isso, as ofertas costumam esgotar bem rápido – e você precisa ser rápido também. É preciso ter paciência e insistir, já que os sites costumam ficar congestionados.

Se o preço mudar durante a compra, você pode se proteger fazendo capturas de tela e registrando sua reclamação na empresa. Assim, você poderá ter direito ao cumprimento da oferta – a loja precisa responder em até cinco dias.

Durante o processo de compra, guarde capturas de tela sempre que possível: no Windows 8 ou 10, pressione as teclas Windows + PrtSc; no OS X, use Command+Shift+3; em outros sistemas, pressione a tela PrintScreen e depois cole a imagem em algum programa de imagens (como o Paint).

Se tudo der certo, salve tudo que possa comprovar a compra, incluindo o seu pedido, comprovante de pagamento e anúncios. Se a loja estourar o prazo prometido, você pode cancelar a compra ou trocar a mercadoria. Registrar sua queixa no Reclame Aqui ou Reclamão.com também ajuda. E caso você se arrependa da compra, pode cancelar o pedido em até sete dias – a empresa tem que devolver 100% do valor, incluindo frete.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Como não ser enganado na Black Friday 2015

Deixe o seu comentário