Sensação de se sentir “pequeno” diante da natureza nos faz generosos

awegenerous
publicado na Época Negócios

Há uma emoção humana mais fácil de exemplificar do que definir.É aquela sensação provocada por um céu espetacularmente estrelado ou pelo Grand Canyon. Em inglês isso se chama “awe”, palavra que pode ser traduzida aproximadamente por “espanto” e é definida pelo dicionário Oxford como “sentimento de respeito reverencial misturado a medo ou assombro”. Ultimamente, a ciência vem dando atenção especial a essa emoção. Uma experiência recente da Universidade da Califórnia atribui à vivência do espanto um aumento de generosidade. “Nossa investigação indica que o espanto, embora muitas vezes fugaz, desempenha uma função social vital”, diz Paul Piff, um dos pesquisadores. “Ao diminuir a ênfase na própria pessoa, o espanto estimula a atenção ao bem-estar dos outros.”

A emoção a que se refere a pesquisa não é a de deslumbramento ou encanto. O aumento da generosidade foi verificado também depois da observação de imagens de catástrofes, como enchentes. São aquelas coisas que nos fazem “sentir pequenos diante da natureza”. Já existem outras pesquisas que vinculam o sentimento de espanto a melhoras no sistema imunológico, maior criatividade e maior disposição para agir. “É uma emoção que causa vontade de compartilhar”, diz Piff. “Isso sugere um forte componente viral.”

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Sensação de se sentir “pequeno” diante da natureza nos faz generosos

Deixe o seu comentário