Fábio Porchat alfineta Rachel Sheherazade: “Direita extrema. Falante”

fabiopochat

Publicado no UOL

O ator e comediante Fábio Porchat deu uma cutucada na jornalista Rachel Sheherazade, famosa por opiniões polêmicas expostas no SBT, durante entrevista concedida ao “Programa Sabrina”, da Record, exibido na noite deste sábado (9). Porchat classificou a âncora do “SBT Brasil” como “muito falante” e uma pessoa com ideias semelhantes às da “direita extrema”.

“Rachel Sheherazade? Ah, vamos na de cima”, tentou despistar ele, ao ser convidado por Sabrina Sato para falar sobre o que achava de algumas personalidades. “Bom, na verdade, eu não concordo com muitas das opiniões dela, eu acho muito ‘direita extrema’ o que ela fala, e aí não bate a ideia assim. Quietinha ela não vai ficar nunca, porque ela é muito falante”, alfinetou.

Ator, humorista, comediante e redator, Fábio Porchat iniciou a sua carreira na TV em 2006 como roteirista do “Zorra Total”. Teve passagem pela Globo e, atualmente, é apresentador do “Tudo pela Audiência”, do Multishow, ao lado de Tatá Werneck. Porchat também faz parte da “Porta dos Fundos”, uma produtora que exibe vídeos de comédia na internet e com grande repercussão em seu canal no YouTube. Além disso, Porchat é colunista do jornal “O Estado de S. Paulo”.

Já Sheherazade é âncora do “SBT Brasil”, principal telejornal do SBT, e ficou conhecida nacionalmente, em 2014, depois de dizer que a ação de “justiceiros”, que prenderam um suposto assaltante a um poste na zona sul do Rio, era “compreensível”. Na ocasião, a declaração culminou com a revolta de políticos, artistas, internautas, pessoas que defendem os direitos humanos e jornalistas, como Ricardo Boechat e Ana Paula Padrão.

Após o comentário de Rachel, parlamentares pressionaram o SBT. Sob a ameaça de perder 150 milhões de reais em verbas publicitárias do Governo Federal, a emissora de Silvio Santos decidiu cortar os comentários dos âncoras do “SBT Brasil”.

Críticas a Datena

Em 2014, Porchat já havia criticado um outro jornalista, o apresentador do “Brasil Urgente”, José Luiz Datena. O comediante não gostou quando Datena afirmou que “um sujeito que é ateu não tem limites, e é por isso que a gente vê esses crimes [por] aí”.

“Ele deu uma declaração um dia –e eu sou contra a intolerância religiosa, vivemos em um país laico–. Então, você não pode acusar uma pessoa que não acredita em Deus de ser um demônio, de ser errado, de ser a causa de todos os males. E no programa dele, ele falou que o ateu, que a pessoa que não acredita em Deus, ‘ah, esse bandido que mata gente não deve acreditar em Deus'”, iniciou Porchat, durante o quadro “Para quem você tira o chapéu”, do “Programa Raul Gil”, do SBT, em 2014.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Fábio Porchat alfineta Rachel Sheherazade: “Direita extrema. Falante”

Deixe o seu comentário