Família julga homem pela cor de sua pele. Minutos depois, eles têm uma surpresa chocante

publicado no Awebic

O racismo está presente até mesmo nas ações mais simples do cotidiano. O curta-metragem que você vê abaixo deixa isso muito claro.

“Jafar“ foi dirigido por Nancy Spetsioti em 2011, mas publicado no YouTube só em 2013. Na data desta publicação já são mais de 14,5 milhões de visualizações.

Não é à toa. Em pouco menos de 2 minutos, você consegue perceber que todo tipo de racismo deve ser condenado.

awebic-jafar-1

awebic-jafar-2

awebic-jafar-4

O vídeo original (sem legendas) é considerado um sucesso no YouTube. Inclusive, quando eu estava visitando a página me chamou a atenção um comentário que dizia:

“A garotinha não era racista até seus pais a ensinarem”.

Você reparou que a garota senta do lado do homem sem se incomodar? Assista de novo, você vai ver.

O racismo precisa acabar.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Família julga homem pela cor de sua pele. Minutos depois, eles têm uma surpresa chocante

Deixe o seu comentário