5 casos de pessoas demitidas por motivos absurdos

publicado no Mega Curioso

Na maioria das vezes, as pessoas são demitidas de seus empregos por culpa de problemas comuns – seja porque não estavam fazendo seu trabalho bem o suficiente, porque acabaram se atrasando vezes demais ou mesmo por culpa de algum desentendimento com os figurões da empresa. Mas sempre existe, é claro, aquela pequena parcela de desastrados que consegue ser demitida após cometer gafes das mais absurdas.

prof

Nesta matéria, no entanto, não vamos falar de nenhum deles. Vamos um pouco além, trazendo uma pequena lista de alguns casos resultantes da mais pura estupidez e falta de bom senso. Confira:

1- Usando a copiadora do trabalho para falsificar dinheiro

Um zelador que aparentemente estava longe de ser um gênio do crime acabou não apenas demitido, como também atrás das grades, após um dos planos mais estúpidos de falsificar dinheiro de todos os tempos.

Para começar, o dinheiro oferecido por ele era ridiculamente malfeito: James Terry Chapman fazia as falsificações colando dois lados de uma cópia colorida de notas de 10 e 20 dólares. Mas para tornar tudo ainda mais ridículo, Chapman ainda fabricava suas notas usando a copiadora presente na própria escola onde ele trabalhava.

Como resultado, Chapman acabou pego ao tentar usar a nota em uma loja. Após tê-la facilmente identificada como uma falsificação, o zelador foi denunciado para a polícia, que encontrou diversas notas falsas dentro do carro do nosso criminoso pouco inteligente.

2- Uma professora, 11 alunos e um passeio

Heather Cagle era uma professora determinada a “dar um mimo” para seus alunos na escola pública do Condado de Catoosa, Oklahoma, e decidiu fazê-lo comprando alguns doces e outros petiscos para seus alunos. A esse ponto, muitos devem pensar que ela simplesmente foi ao mercado, fez as compras e entregou os lanches para seus estudantes, mas obviamente ela não entraria para esta lista fazendo o mais sensato.

No lugar disso, Heather agiu pelo impulso e pensou que seria uma ótima ideia colocar seus 11 alunos dentro do próprio carro (um pequeno Honda Accord) para levá-los para escolher o que comprar. Para conseguir essa façanha, a professora colocou dois estudantes no banco de passageiro, sete no banco de trás e dois no porta-malas, dirigindo então a distância de 1,5 km até um Walmart próximo.

Não é preciso dizer que o caso acabou virando um escândalo após um dos alunos do passeio relatar a viagem para sua avó. Um boletim de ocorrência na polícia e uma filmagem registrando a curiosa pirâmide humana feita no carro de Heather depois, a escola acabou demitindo a professora por colocar seus alunos em perigo e por levá-los a uma excursão sem permissão dos pais.

3- Homem vs. máquina de vendas

Quem conhece as máquinas de venda certamente já ouviu falar (ou mesmo viu em séries e filmes) dos casos em que uma pessoa azarada tenta comprar algo no aparelho, mas acaba sem nada porque seu petisco ficou preso na máquina. Esse foi o caso de Robert McKevitt e seu desejado Twix, que não caiu mesmo após o almoxarife tentar comprar o doce duas vezes seguidas.

Se você é uma pessoa normal, isso já seria suficiente para desistir; no máximo, xingar o aparelho um pouco ou dar um chute nele para descontar a frustração. Mas não McKevitt. No lugar de “deixar pra lá”, o funcionário simplesmente pegou uma empilhadeira e a usou para levantar e derrubar a máquina de vendas várias vezes, conseguindo três Twix no processo.

Infelizmente, a solução encontrada por ele acabou custando seu emprego, mas ao menos parece que a empresa onde ele trabalhava trocou as máquinas de vendas por versões melhores.

4- O policial que usou o elevador de banheiro

Uma série de reclamações sobre cheiro de urina no elevador de um estacionamento no centro de Orlando, Flórida, acabou por revelar algo inesperado. Após colocarem câmeras para vigiar o lugar, os gerentes do local acabaram por descobrir que não se tratava de um sem-teto ou mesmo um vândalo qualquer, e sim do delegado Carl Brown, do Condado de Orange.

Brown, que afirmou ter feito isso cerca de cinco vezes por culpa de um problema médico que o impedia de esperar para usar o banheiro, foi pego pelas câmeras usando um dos cantos do elevador como urinol. Como se não fosse suficiente, ele ainda tentou mudar a câmera de posição quando notou que poderia estar sendo filmado. Nada disso adiantou, e ele acabou sendo demitido por “conduta inapropriada”.
5- De coelhinha da Playboy a piloto por um dia

Você confiaria o controle do avião no qual você vai voar a alguém sem o menor treino ou conhecimento de como pilotar um veículo desses? Pois uma dupla de pilotos achou que não haveria problema algum em fazer isso, colocando uma aeronave nas mãos da modelo Victoria Xipolitakis (conhecida por ser capa de uma edição da Playboy grega e por sua participação no Big Brother Argentina), durante sua decolagem.

Como se não fosse suficiente, a dupla pareceu não achar nenhum problema em ter a presença de Victoria na cabine durante todo o trajeto de 1 hora. E como sabemos tudo o que ocorreu lá em detalhes? Bem, porque a modelo filmou e twittou tudo o que estava acontecendo lá dentro, como o vídeo abaixo mostra bem.

A ideia, obviamente, terminou com a demissão da dupla. Não se limitando a isso, Victoria também foi banida de voar pela companhia pelos próximos cinco anos, e a empresa afirmou ter intenção de processar os três por colocar o voo em risco.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for 5 casos de pessoas demitidas por motivos absurdos

Deixe o seu comentário