Criatividade e ousadia são as marcas do projeto de iluminação da sede da Coca-Cola (RJ)

UA1A0142

Por Erlei Gobi
Fotos: Caio Guimarães e Samuel Alexandre Chiovitti

A Coca -Cola é uma companhia mundialmente conhecida – presente em mais de 200 países – e responde por mais de 400 marcas de bebidas não alcoólicas, entre essas, quatro das cinco marcas mais consumidas no planeta: Coca-Cola, Coca-Cola light, Fanta e Sprite. Presente no Brasil desde 1940, é a maior produtora de bebidas não alcoólicas do país, com uma linha de mais de 125 produtos divididos em sete segmentos: águas, chás, refrigerantes, néctares, energéticos, bebidas esportivas e lácteos.

UA1A0176

O lighting designer Rafael Serradura, titular do Studio Serradura, foi contratado para realizar os projetos de iluminação da recepção e do andar de reuniões da sede da Coca-Cola Brasil, localizada no bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro. O projeto da Coca-Cola foi desenvolvido por dois escritórios de arquitetura, a be.bo., no andar de reuniões, e a Acrópole, na recepção. “Fomos contratados para fazer o andar de reuniões e gostaram do resultado, mas, nessa época, a recepção já estava em obras. Convidaram-nos para iluminar a recepção e tivemos o maior prazer em realizar também este projeto”, contou o lighting designer.

Circulação do andar de reuniões trabalha com dois tipos de circuitos de luz: spots com AR 111 LED de 15W a 3000K para luz direta e LED tube de 16W sobre elementos de madeira para luz indireta no teto.

Circulação do andar de reuniões trabalha com dois tipos de circuitos de luz: com AR 111 LED de 15W 3000K para luz direta e LED tube de 16W sobre elementos de madeira para luz indireta no teto.

Recepção

Como a Coca-Cola Brasil é uma empresa muito voltada à sustentabilidade, o grande destaque arquitetônico da recepção é uma enorme “árvore”, que surge por trás do balcão da recepção e se expande por todo o teto. “Pensamos, ‘ora, este é o prédio sede da Coca-Cola no Brasil. Quem vem aqui deve ter uma experiência marcante. Este é o princípio de tudo.’ Ao mesmo tempo concordamos que não era questão de luxo, mas de simplicidade; as pessoas precisavam preencher o ambiente e importar mais que ele. A arquitetura resulta de intervenções no ambiente e, ao examinar o espaço físico que dispúnhamos, vimos que a altura de pé-direito poderia ser nosso grande trunfo, para criar algo, expandir o olhar e encantar as pessoas”, explicou Izabele Cabral, arquiteta da Acrópole.

Para destacar este elemento artístico criado pela arquitetura, Rafael realizou pesquisas e decidiu utilizar iluminação linear entre as ripas de madeira com réguas de LED dimerizáveis, de 30W/m a 3000K. “Quando fui contratado para o projeto da recepção, já havia outro pronto. Fizemos testes e estudos, nos quais a iluminação pontual traria a quebra do desenho linear da árvore, por isso aplicamos 600mm), equipadas com compactas eletrônicas de 20W a 3000K. “Queríamos integrar a garrafa em 3D do painel de madeira com o líquido Coca-Cola, unindo também arquitetura e iluminação. Iniciamos uma pesquisa nas campanhas de marketing da marca e encontramos um anúncio veiculado na Grécia onde o líquido da Coca-Cola sai da garrafa como uma explosão de bolhas. Como já existia a garrafa de Coca-Cola em 3D na parede, criamos as bolhas de luz no teto”, detalhou o lighting designer.

No detalhe, arandela com a garrafa de vidro jateada e perfil de LED de 10W a 3000K desenhada com exclusividade para o projeto. Na foto maior, teto do hall dos elevadores com uma solução de madeira e acrílico leitoso em formato das garrafas de Coca-Cola iluminada por LED tube T8 de 16W a 3000K.

No detalhe, arandela com a garrafa de vidro jateada e perfil de LED de 10W a 3000K desenhada com exclusividade para o projeto. Na foto maior, teto do hall dos elevadores com uma solução de madeira.

A recepção ainda possui dois elementos interessantes vinculados à marca Coca-Cola. Um deles é a Garrafa Número 1, presente em todas as sedes, exposta em uma redoma de vidro, como uma joia. “Fizemos uma iluminação de destaque para esta peça com perfis de LED de 15W a 3000K na parte superior da caixa”, contou Rafael. O outro detalhe são as arandelas desenhadas com exclusividade para o projeto com garrafas de Coca-Cola iluminadas com perfil de LED de 10W a 3000K, localizadas no hall dos elevadores: “Como a Coca-Cola é um líquido, o design da marca está na garrafa. Pensando nisso, desenhei especialmente para este projeto uma arandela com a garrafa de vidro jateada”.

Ao entrar na recepção, do lado esquerdo há um jardim vertical apenas com uplights por embutidos LED de 18W/10º a 3000K. A mesma solução ainda foi utilizada na base da árvore escultural para gerar volume e na parede de vidro, no fundo do ambiente. “A iluminação é quase 100%, dimerizável e com diversos circuitos na recepção. Como a Coca-Cola é uma das patrocinadoras das Olimpíadas 2016, no Rio de Janeiro, o espaço pode servir como um palco para encontros e coquetéis durante o evento mundial e para diversas outras recepções em ocasiões variadas”, disse Rafael.

Auditório recebeu cinco grandes pendentes sobre as cadeiras equipados com T5 de 14 e 54W a 4000K.

Auditório recebeu cinco grandes pendentes sobre as cadeiras equipados com de 14 e 54W a 4000K.

Andar de reuniões

O andar de reuniões da sede da Coca-Cola foi projetado pelo escritório be.bo., dos titulares Bel Lobo e Bob Neri, para que as pessoas dentro do espaço tivessem o privilégio de contemplar a vista para o Cristo Redentor e para o Pão de Açúcar. “As duas fachadas deste edifício, da frente e de trás, são voltadas para estes cartões postais; antigamente, as salas eram todas periféricas, o que ocultava esta vista das pessoas que não estivessem nestes locais. Nossa ideia era que todos que estivessem no andar pudessem apreciar os cartões postais, então decidimos criar várias ‘caixas’ no andar, soltas das paredes e entre si. Com isso, é possível circular entre as salas e usufruir da bela vista”, explicou Mariana Travassos, designer da be.bo.

Como o pé-direito também não é alto, a arquitetura optou em não utilizar forro e deixar os elementos aparentes. “O forro é todo pintado de branco e decretamos alguns espaços de circulação onde pintamos o teto e todos os elementos contidos nele – dutos de ar condicionado, sprinklers e luminárias – de vermelho, por conta da marca Coca-Cola.

Fizemos uma brincadeira, é como se o tapete vermelho estivesse no teto e não no chão dos corredores”, disse Mariana. O teto do hall dos elevadores recebeu uma solução de madeira e acrílico leitoso em formato das garrafas de Coca-Cola iluminada por LED tube T8 de 16W a 3000K. “Este efeito foi ideia da arquitetura e faz parte da comunicação visual do espaço. Os arquitetos foram contratados inicialmente para realizarem apenas o projeto do hall, mas acabaram fazendo o andar de reuniões todo. Fomos convidados para desenvolver a iluminação junto com eles e partimos para uma linha minimalista – onde se vê o efeito da luz e não os equipamentos – praticamente tudo com LED”, contou o lighting designer.

Toda a circulação trabalha com dois tipos de circuitos de luz, porque as salas de reuniões têm o teto praticamente sem entreforro e todas as estruturas são aparentes. “Por isso utilizamos spots com AR 111 LED de 15W a 3000K para luz direta e LED tube de 16W sobre elementos de madeira para luz indireta no teto. Além disso, o forro tem paginação de cores, então as luminárias seguem as cores da paginação”, explicou Rafael.

Os boxes individuais para ligações e as pequenas mesas para reuniões rápidas espalhadas no andar receberam perfis de LED de 20W/m a 3000K, no teto e abaixo dos bancos, sempre evidenciando o efeito de luz e não as fontes. As luminárias decorativas foram escolhidas pela arquitetura. “O escritório da Bel Lobo e do Bob Neri é muito competente e eles desenham muitas coisas, inclusive as luminárias vermelhas aplicadas no café. Como quando entramos o projeto já estava no conceito inicial, absorvemo-lo em nosso projeto, pois se encaixava perfeitamente no conceito do Studio”, disse o lighting designer.

O andar conta ainda com 11 salas de reuniões de diversos formatos. Todas receberam duas soluções de iluminação: pendentes com T5 de 14 e 54W a 3000K sobre a mesa e iluminação perimetral no teto com LED tube T8 de 12W e 16W a 3000K. O auditório também recebeu cinco grandes pendentes sobre as cadeiras equipados com T5 de 14 e 54W a 4000K.

“Neste projeto, por ser na Coca-Cola, tivemos grande liberdade de criação. Um projeto apaixonante com muita criatividade e ousadia, sendo o seu desenvolvimento muito detalhado e com peças exclusivas”, finalizou Rafael. [Infopublicitário]

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Criatividade e ousadia são as marcas do projeto de iluminação da sede da Coca-Cola (RJ)

Deixe o seu comentário