Cena de grupo jogando altinho perto de corpos em São Conrado choca internautas

altinho

Publicado no Extra

Durante a cobertura da queda da ciclovia da Avenida Niemeyer, em São Conrado, que vitimou pelo menos duas pessoas, um “detalhe” não passou despercebido: a indiferença de quem continuou seus momentos de lazer apesar da tragédia. Enquanto os dois corpos encontrados ainda estavam na areia da praia, banhistas jogavam altinho ali perto, aparentemente alheios à dor.

No Twitter, o Padre Fábio de Melo fez um comentário pertinente sobre essa situação e foi apoiado pelos seguidores: “Estamos todos menos humanos”, escreveu.

A menos de 50 metros dos 2 corpos da tragédia em São Conrado, um grupo continua o futvôlei.
Na ciclovia que cai estamos todos menos humanos.

No Facebook, outra foto do grupo jogando bola próximo aos corpos cobertos com cangas chocou muita gente. “O Descaso com a vida humana”, escreveu um internauta. “Não acreditei também nos caras jogando bola do lado dos corpos. Tudo é um horror…”, lamentou outra.

Duas pessoas morreram e uma está desaparecida depois do desabamento da Ciclovia Tim Maia, em São Conrado, na Zona Sul do Rio. A estrutura, inaugurada há apenas três meses, não resistiu a uma ressaca do mar. As obras custaram R$ 44,7 milhões aos cofres públicos.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Cena de grupo jogando altinho perto de corpos em São Conrado choca internautas

Deixe o seu comentário