Jogador investigado por estupro vai a culto agradecer liberdade

Lucas participou de culto evangélico (foto: Foto de leitor)

Lucas participou de culto evangélico (foto: Foto de leitor)

Pedro Zuazo, no Extra

Libertado da prisão na noite de sexta-feira, o jogador Lucas Perdomo Duarte Santos, de 20 anos, que é investigado por participação no estupro coletivo de uma jovem na Zona Oeste do Rio, participou de um culto evangélico na noite deste domingo. De acordo com o pai do jovem, Sílvio Cesar Duarte Santos, de 50 anos, o rapaz foi à igreja onde a família congrega, a Assembleia de Deus Ministério nos Braços do Pai, em Curicica, para agradecer a Deus por sua liberdade.

— Ele é muito religioso, sempre frequentou o culto aos domingos, e certamente quis agradecer a Deus por isso (a liberdade). Depois, queremos marcar um culto nessa mesma igreja, onde a família congrega, para reunir pessoas que apoiaram o Lucas e até irmãos de outras igrejas para dar um grande abraço nele — diz o pai.

Na última terça-feira, Lucas havia sido preso temporariamente na Cidade da Polícia, na Zona Norte da cidade, acusado de participação no estupro da jovem de 16 anos, no último dia 22, no Morro do Barão. Ele chegou a ser transferido para o Complexo Penitenciário de Gericinó, na quinta-feira, mas ficou menos de 24h na cadeia. Foi solto no dia seguinte, a pedido da delegada Cristiana Bento, da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav). Apesar da liberdade, Lucas ainda é investigado por envolvimento no crime.

De volta aos treinos

De acordo com o pai, Lucas agora só pensa em dar continuidade à carreira de jogador de futebol. O jovem atua como meia no Boavista, clube que se prepara para jogar a Série D do Brasileirão. Por causa da prisão, seu contrato chegou a ser suspenso, mas foi reativado. Na segunda-feira, ele volta a treinar pelo clube, no Centro de Treinamento do Artsul, em Austin, na cidade de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

— Ele só pensa em voltar a treinar. O campo é a segunda casa dele — diz Sílvio Cesar.

Na saída da prisão, na sexta-feira, Lucas falou rapidamente com a imprensa e disse que é inocente. O jovem negou que tenha estado com a vítima no dia do estupro e afirmou que a viu um dia antes, mas não deu detalhes.

— Agora é bola para frente. Vou retomar minha vida. Quero ficar com minha família — disse.

Lucas deixou o presídio andando e antes de sair trocou a camisa que estava usando lá dentro por outra levada pela família. Os pais, o irmão, a namorada e um amigo esperavam sua saída. Assim que encontrou os familiares, fizeram uma rápida oração.

jogador-lucas-perdomo

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Jogador investigado por estupro vai a culto agradecer liberdade

Deixe o seu comentário