Férias: 14 filmes para pais e filhos curtirem juntos na Netflix

 “O Fantástico Sr. Raposo”, animação de Wes Anderson (foto: Divulgação)

“O Fantástico Sr. Raposo”, animação de Wes Anderson (foto: Divulgação)

publicado na Gazeta do Povo

Julho está começando e, com ele, mais um período de férias escolares. Uma boa oportunidade para se divertir com os filhos, mesmo sem precisar sair de casa. A Netflix tem um vasto catálogo de filmes que podem ser apreciados em família, divertindo tanto os pequenos quanto os adultos. Confira a seguir 14 opções para dar risadas, se emocionar ou ficar com aquele frio na barriga.

“ABC do Amor”
Por que os filhos vão gostar: O filme de Mark Levin apresenta como poucos o frescor do primeiro amor, mas sem adaptar a fórmula já existente ao universo infantil. O protagonista Josh Hutcherson (o Peeta de “Jogos Vorazes”) não é um pequeno galã, é apenas um garoto que, entre a escola, aulas de caratê e passeios de patinete por Manhattan, descobre estar apaixonado pela amiga Rosemary (Charlie Ray).

Por que os pais também vão gostar: Além da óbvia memória dos primeiros amores, os adultos vão ficar satisfeitos em apresentar histórias menos fantasiosas sobre relacionamentos aos filhos, sem nada de pieguice.

“As Aventuras de Tintim – O Segredo do Licorne”
Por que os filhos vão gostar: As histórias do ilustrador belga Hergé sobre o repórter Tintim e seu cãozinho Milu são pródigas em aventuras fantásticas que estimulam a imaginação. Mesmo tendo nascido em 1929 (quando a primeira história foi publicada), não soa datada.

Por que os pais também vão gostar: Sob comando de Steven Spielberg, a animação ganha novos traços via computação gráfica. Jamie Bell, o Tintim, e Andy Serkis, o capitão Haddock, tiveram os movimentos captados e transformados para a tela. Serkis já é um habitué da técnica: teve os movimentos captados em “O Senhor dos Anéis” (Gollum) e “Star Wars – O Despertar da Força” (Snoke). A “grife” funciona e Spielberg, que é um dos poucos americanos fãs de Hergé, faz um filme encantador.

“Coraline e o Mundo Secreto”
Por que os filhos vão gostar: Baseado em uma história de Neil Gaiman, o filme de Henry Selick fala abertamente sobre problemas das crianças contemporâneas, que podem ficar muito entediadas em meio a tantas atividades – e à rotina frenética dos pais. O visual, em stop motion, também é de encher os olhos.

Por que os pais também vão gostar: A linguagem, tanto de Gaiman (“Sandman”) quanto de Selick (de “O Estranho Mundo de Jack”), costuma agradar em cheio aos adultos.

“O Estranho Mundo de Jack”
Por que os filhos vão gostar: O filme foi considerado sombrio demais para as crianças pela direção da Disney na época de lançamento. Contrariando as previsões, os pequenos adoraram a história do personagem que foge do mundo de Halloween, se encanta com as festividades coloridas do Natal e decide recriar a comemoração em seu próprio reino. Graças às intenções pueris que esconde sob a aparência assustadora, é adorado até hoje. Apesar da embalagem gótica, o filme é um conto moral.

Por que os pais também vão gostar: A estética de Tim Burton – que entregou seu roteiro a Selick por compromissos com as filmagens de “Batman”– é reconhecível para quem cresceu nos anos 1990. Humor negro, mas sem vilania.

“Por Mis Bigotes”
Por que os filhos vão gostar: Uma pequena incursão no mundo adulto é representada pelo bigodão que Ulisses, de apenas nove anos, vê crescer de um dia para o outro. O estranhamento é substituído por uma divertida jornada de autodescoberta.

Por que os pais também vão gostar: O filme, espanhol, fala sobre tolerância em um formato bem diferente do que já apresentado no cinemão hollywoodiano.

“Stardust – O Mistério da Estrela”
Por que os filhos vão gostar: Mocinhas, jovens aventureiros, bruxas horrorosas, navios voadores e histórias de amor insólitas são os ingredientes dessa fábula baseada em livro de Neil Gaiman, contada de maneira irretocável por Matthew Vaughn.

Por que os pais também vão gostar: Em um elenco maravilhoso que conta com os protagonistas Claire Danes (“Homeland”) e Charlie Cox (“Demolidor”), Robert DeNiro surpreende no papel de um pirata de gostos peculiares – e que não perde o respeito de seus comandados por causa disso.

“Wallace e Gromit – A Batalha dos Vegetais”
Por que os filhos vão gostar: O filme de Nick Park mistura gêneros que vão de humor, suspense e aventura para apresentar o atrapalhado cientista Wallace e seu cão, Gromit, em um longa-metragem após quatro curtas de sucesso.

Por que os pais também vão gostar: Nick Park é o criador de “A Fuga das Galinhas”. Apenas com os curtas de Wallace e Gromit, ganhou dois Oscar.

E.T. – O Extraterrestre
Por que os filhos vão gostar: que criança não simpatizaria com o extraterrestre criado por Steven Spielberg e suas aventuras na Terra? A expressão curiosa, as tentativas desajeitadas de se comunicar com os humanos e o carinho pelas crianças que o adotaram jamais perdem o encanto.

Por que os pais vão gostar: porque se trata de um clássico do cinema de entretenimento, que marcou uma geração, tanto divertindo quanto emocionando.

Walt antes do Mickey
Por que os filhos vão gostar: o camundongo Mickey Mouse é figura presente no imaginário de qualquer geração. Vale a pena conhecer a história de Walt Disney, o homem que criou não apenas esse, mas um mundo de personagens que há décadas povoam a infância das pessoas.

Por que os pais vão gostar: pelo mesmo motivo dos filhos. Muitos ainda desconhecem tudo que o gênio Walt passou até consolidar seu império de fantasia.

O Fantástico Sr. Raposo

Por que os filhos vão gostar: trata-se de uma animação extremamente divertida e bem-feita, protagonizada por um “raposo” que promete deixar a vida de roubos, mas não consegue.

Por que os pais vão gostar: O diretor Wes Anderson é responsável por comédias brilhantes como “Os Excêntricos Tenembauns” e “O Grande Hotel Budapeste”. Seu humor inteligente e peculiar também se faz presente aqui.

Ponyo – Uma Amizade que Veio do Mar
Por que os filhos vão gostar: em meio a animações 3D com narrativas frenéticas, vale a pena mostrar aos pequenos o trabalho do japonês Hayao Miyazaki, cheio de poesia e feito de forma quase artesanal.

Por que os pais vão gostar: Miyazaki é um artista único: suas narrativas são, por vezes simples, mas revelam muitos significados. Sem contar a estética de encher os olhos, ao estilo oriental e repleta de cores.

Peixe Grande e suas Histórias Maravilhosas
Por que os filhos vão gostar: as histórias contadas por Ed Bloom, cheias de aventuras e personagens curiosos, são um prato cheio para movimentar a imaginação.

Por que os pais vão gostar: mais do que uma história de fantasia, trata-se de uma belíssima história de pai e filho. E dirigida por Tim Burton, o que já é um bom motivo para ver qualquer filme.

A Invenção de Hugo Cabret
Por que os filhos vão gostar: tem aventura, mistério e humor na história do órfão que vive em uma estação de trem e busca desvendar o segredo em torno de um robô deixado pelo pai.

Por que os pais vão gostar: É Martin Scorsese exibindo seu lado lúdico e fantasioso, sem gangsters, sangue espirrando ou personagens atormentados.

Super 8
Por que os filhos vão gostar: impossível não se empolgar com o grupo de amigos adolescentes que começa fazendo um filme, registra um acidente e se mete em uma aventura sobrenatural. Diversão pura.

Por que os pais vão gostar: para quem viveu na década de 1980 o filme tem um clima irresistível de nostalgia, mesclando elementos de clássicos da época como “Goonies” e “Conta Comigo”.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Férias: 14 filmes para pais e filhos curtirem juntos na Netflix

Deixe o seu comentário