Seleção de handebol da França se junta e dá dinheiro a camareira da Vila Olímpica que furtou atleta

Gnonsiane Niombla é destaque da França (foto: FRANCK FIFE / AFP)

Gnonsiane Niombla é destaque da França (foto: FRANCK FIFE / AFP)

Rafael Soares, no Extra

Uma ocorrência criminal terminou numa demonstração de solidariedade da equipe francesa de Handebol, nesta sexta-feira, na Vila Olímpica. A atleta Gnonsiane Niombla teve 50 euros (cerca de R$ 176) furtados dentro de seu apartamento. Avisado, o chefe de segurança descobriu que uma camareira havia cometido o crime e a levou até a vítima para que a jogadora a pudesse reconhecer.

Quando chegou no andar onde o time está hospedado, a funcionária, identificada como Dayana Torres, começou a chorar, disse que estava passando por problemas familiares e, por isso, admitiu ter pego a quantia no chão do quarto. O time, então, se juntou para dar o dinheiro a ela.

Quando a funcionária foi levada até Gnonsiane, a jogadora ainda tentou perguntar porquê ela tinha feito aquilo e disse que, se Dayana tivesse pedido o dinheiro, ela o teria dado. Mesmo assim a funcionária foi levada à delegacia pelo chefe da segurança. A ocorrência foi registrada na 42ª DP (Recreio). A jogadora não foi à delegacia porque tinha jogo marcado no mesmo dia. A camareira, por sua vez, vai responder por furto.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Seleção de handebol da França se junta e dá dinheiro a camareira da Vila Olímpica que furtou atleta

Deixe o seu comentário