Bilionários têm menos de 33 roupas. Você não é o que veste

Mark Zuckerrberg - foto: AP

Mark Zuckerrberg – foto: AP

Publicado no Só Notícia Boa

Tem muita gente de classe média que lota o guarda-roupa e gasta rios de dinheiro com peças de grife, baseado na velha máxima consumista “você é o que veste”.

O curioso é que alguns dos homens e mulheres mais ricos do mundo fazem exatamente o oposto. Eles usam no máximo 33 roupas a cada três meses.

São figurões adeptos do Projeto 333, como Joshua Becker (foto abaixo), autor do livro The More of Less (“O mais do menos”, em tradução literal),

“Esta é a quantidade de roupas perfeita para mim”, afirma ele, que mora em Peoria, no Arizona (EUA), e possui apenas cerca de 30 itens no armário. “É uma decisão a menos para tomar no meu dia.”

Alguns dos executivos mais bem-sucedidos do mundo também são adeptos do “capsule wardrobe” (algo como “guarda-roupa comprimido”).

Inspirados por autores e blogueiros como Becker, muitos consumidores estão ávidos por simplificar suas vidas ao descartar aquilo de que não precisam.

Vários começam por seus guarda-roupas, abrindo mão das tendências de moda em favor de uma pequena coleção de itens essenciais de alta qualidade.

Joshua Becker – foto: Anthony Ongaro

Joshua Becker – foto: Anthony Ongaro

Repare

Hoje em dia, Mark Zuckerberg (foto no alto) o todo-poderoso do Facebook, e o estilista Karl Lagerfeld, o todo-poderoso da Chanel, são vistos usando roupas parecidas todos os dias.

O presidente americano, Barack Obama, só veste ternos azuis ou cinza.

E é quase impossível pensar em Steve Jobs, o falecido fundador da Apple, sem suas blusas pretas de gola alta.

“Eu realmente quero livrar a minha vida, para que possa tomar o mínimo possível de decisões sobre tudo que não for como melhor servir a comunidade”, disse Zuckerberg em entrevistas passadas.

“É uma maneira de aprender o que realmente significa a palavra ‘suficiente’.”, diz Courtney Carver, ex-executiva de vendas de publicidade que iniciou o Projeto 333 há seis anos.

Benefícios

Desfazer-se de roupas que não são usadas com frequência pode ser muito recompensador do ponto de vista financeiro.

Carver gasta menos de US$ 1 mil por ano ( cerca de R$, 3.150) para substituir os itens já usados demais – muito menos do que os US$ 6 mil anuais que ela costumava gastar comprando roupas da moda.

“Ter menos coisas nos ajuda a parar de atribuir um significado desnecessário a nossas posses”, afirma a psicóloga americana Jennifer Baumgartner, autora do livro You Are What You Wear (“Você é o que você veste”, em tradução literal).

Como agir

O truque, segundo os especialistas, está em comprar peças que sirvam para várias ocasiões e que combinem entre si e com outros itens do armário.

“Tive que dar um up na minha roupa informal e simplificar em ocasiões mais formais”, revela Carver. Se antes ela ia trabalhar com um tailleur sob medida, hoje ela adota uma camisa mais casual com jeans e mantém o blazer do conjunto antigo.

Cores sólidas em tecidos que não amarrotam e contêm um pouco destretch funcionam melhor.

“O importante é que tudo combine entre si e tenha um caimento impecável. Assim, a pessoa sempre estará apresentável”, afirma.

Como reduzir seu  guarda-roupa:

  • Livre-se do que você não usa. Tire tudo da frente até estar pronta para dar ou descartar essas roupas.
  • Estabeleça uma quantidade. Determine o número de itens em seu armário, seja dez, 33 ou um número intermediário.
  • Estabeleça um limite de tempo. Decida por quanto tempo você vai usar as peças do ‘guarda-roupa comprimido’. De um a três meses é o ideal.
  • Selecione com cuidado. Substitua itens surrados ou manchados assim que possível.
  • Adote a regra do “entra um, sai um”. Quando comprar uma roupa nova, desfaça-se de uma velha.

Com informações da BBC

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Bilionários têm menos de 33 roupas. Você não é o que veste

1 Comentário

  1. Elisângela Ferro Sousa disse:

    Maravilha … trnhouitas coisas pra jogar fora , nessa linha aqui … vou adotar a máxima do 33 amei e sou mais ou menos assim , só que ainda pressa as peças passadas … fora roupas velhas e venham as novas !!

Deixe o seu comentário