Cortar estes 7 hábitos ruins do dia a dia vai melhorar suas finanças

dinheiro-economia-poupanca-economizar-poupar-notas-cedulas-gastos-1467202757571_615x300

Publicado no UOL

SÃO PAULO – A forma como você administra seu dinheiro afeta sua vida financeira e hábitos rotineiros podem atrapalhar o controle das suas contas.

Costumes diários podem custar muito mais do que você imagina e é possível cortar alguns deles sem muito esforço. A mudança desses hábitos devem direcionar suas finanças para um novo rumo, segundo o site “Business Insider”.

A consultora financeira Libby Kane conversou com outros especialistas em finanças da LearnVest e elencou sete hábitos financeiros ruins que muitos cometem no dia a dia que podem ser eliminados fazendo o dinheiro render muito mais.

1. Almoçar fora e comprar um café todos os dias
Se você trabalha na cidade, almoçar em vários lugares diferentes pode ser irresistível –e problemático, caso esse hábito comece a absorver o dinheiro que você poderia usar para outra finalidade.

“Não há nada de errado com a compra do almoço ou lanche ocasional no caminho para casa”, diz Stephany Kirkpatrick, diretora de planejamento financeiro na LearnVest. “Mas quando se quer alcançar objetivos financeiros, esta é uma das áreas mais fáceis de cortar sem sacrificar sua qualidade de vida.”

2. Pagar mais caro em contas mensais sem necessidade

Administrar o dinheiro de forma a conseguir pagar suas contas é um bom hábito, mas pagar mais do que deveria –sem precisar–, não. Casos como a TV a cabo, que você paga por vários canais e não assiste nem metade deles, podem ser evitados.

“Reduzir suas contas mensais como a da TV a cabo é uma boa maneira de economizar dinheiro sem ter de sacrificar seu estilo de vida”, afirma Taylor.

3. Não priorizar dívidas de juros altos
As dívidas não são iguais. Então, enquanto você paga mais de uma dívida por vez –seja de cartão de crédito ou aluguel ou carnês– uma estratégia produtiva é priorizar aquela que tiver juros mais altos.

Essencialmente, você deve classificar suas dívidas da maior taxa de juros para menor, a fim de direcionar seu esforço financeiro para acabar com a maior primeiro. Depois passe para a segunda, e assim por diante até ir, aos poucos, finalizando as dívidas com juros muito altos e que prejudicam sua vida financeira.

“Concentrar-se em pagar uma dívida alta pode trazer uma flexibilidade de fluxo de caixa adicional ao longo do tempo”, explica Taylor.

Não há nada de errado com o cartão de crédito se você fizer uso responsável do mesmo. No entanto, se você atrasar o pagamento ou gastar mais do que o devido, os juros serão altíssimos e se livrar deles leva tempo.

4. Pagar viagens em alta temporada
É muito fácil reduzir os gastos viajando em baixa temporada. Claro que o trabalho pode impedir isso, mas se organize para não deixar de viajar e melhor ainda, pague mais barato.

“Você pode comparar locais diferentes, e avaliar os preços se souber qual o tipo de viagem você quer”, diz Katie Brewer, especialista em finanças pessoais da LearnVest. Ela também recomenda a criação de um orçamento para a viagem, guardando um pouco de dinheiro mensalmente.

5. Guardar apenas o que sobra no fim do mês

Muitas pessoas têm o hábito de pagar as contas e obrigações antes de retirar um valor do salário para economizar. Segundo Kane, o que as pessoas se esquecem é que guardar dinheiro deve ser uma obrigação. Se isso não tiver prioridade, a chance de conseguir poupar é bem menor.

A especialista orienta que antes de qualquer coisa você tire uma quantia de dinheiro do salário a fim de economizar. “Você não vai perder o dinheiro, e ainda pode ajustar seu orçamento para acomodar suas despesas durante o mês”, afirma Kane.

6. Gastar muito com entretenimento

Todo mundo já gastou um pouco a mais naquele livro irresistível para baixar no Kindle ou naquela promoção imperdível da Amazon.

“Eu tenho vários clientes que gastam muito dinheiro em suporte digital –com livros digitais ou produtos da Amazon e que poderia ser poupado para outras coisas”, explica o consultor financeiro Brandie Farnham da LearnVest.

Segundo ele, esses gastos mais baratos, se somados, podem ser direcionados para algo muito maior.

7. Jantar fora constantemente
Muitas pessoas tendem a jantar fora como uma maneira de conversar com amigos que não veem em muito tempo –ou mesmo aqueles que veem o tempo todo. Em vez disso, por que não encontrá-los apenas para uma bebida ou café?

Ou ainda melhor: em casa. “Se é realmente apenas para passar o tempo com seus amigos, pegue uma garrafa de vinho e hospede a turma para uma maratona de filmes”, sugere Ellen Derrick da LearnVest. Assim é possível economizar mais ainda.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Cortar estes 7 hábitos ruins do dia a dia vai melhorar suas finanças

Deixe o seu comentário