‘Por que usei droga parecida com o LSD para tentar encontrar Deus’

peiote01

Publicado no G1

Para alguns nativos americanos, o bilhete de viagem para encontrar Deus se chama peiote.

Feito a partir de um tipo de cacto, a substância é um alucinógeno da família da mescalina cujos efeitos muitos usuários comparam aos do LSD.

A substância é proibida em diversos países, inclusive o Brasil, mas pode ser usada por membros de igrejas em alguns estados americanos.

Para prová-la legalmente, o ator e apresentador da BBC Mawaan Rizwan se vinculou à igreja Oklevueha, em Salt Lake City (Estado de Utah), nos Estados Unidos.

Ele participou de uma cerimônia religiosa em que o peiote é usado como meio para colocar o corpo humano em contato com o mundo dos espíritos.

‘Penetrar sob as camadas’

Rizwan foi criado em uma família religiosa, mas deixou de praticar a religião na idade adulta. Hoje, se descreve como cético e distante da sua espiritualidade.
Apesar disso, o apresentador diz ter curiosidade em saber como os membros dessa religião dizem que conseguem se aproximar de Deus.

O curandeiro James “Águia Flamejante” Mooney, que conduz o ritual, disse que o rito permite que as pessoas penetrem nas camadas de auto-proteção que erguem em torno de si.
Outors adeptos da prática dizem que o peiote os ajuda a perdoar a si mesmos de erros cometidos.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for ‘Por que usei droga parecida com o LSD para tentar encontrar Deus’

Deixe o seu comentário