Estudante vende doces para pagar inscrição do vestibular de jovens carentes

14163609_1109356669158105_1231045179_o

Gabriela Viana, no Extra

A estudante de Letras da Unicamp, em São Paulo, Maris Malfate, ajudou 15 jovens carentes a chegarem mais perto de entrar na universidade. Professora voluntária deles em um cursinho pré-vestibular gratuito, Maris vendeu doces por 10 dias até conseguir a quantia de R$ 2.400 para custear as inscrições dos alunos.

– Duas meninas chegaram chorando, dizendo que não tinham conseguido a isenção e não tinham condições de pagar e, por isso, não iria prestar vestibular. Voltei para casa pensando em como poderia ajudar. Foi quando lembrei que vários alunos da Unicamp vendem doces e artesanatos para ajudar a pagar as despesas. Os doces seriam algo que daria tempo de fazer e vender. Então, publiquei nas redes sociais que faria isso e fui para a frente do Bandejão, disse.

A Unicamp oferece três tipos de isenção da taxa: para funcionários da universidade, para candidatos de baixa renda e para os que pretendem fazer cursos noturnos de licenciatura. Mas os alunos do cursinho não se enquadraram em nenhuma das opções. Cada inscrição custava R$ 160.

– Na última venda, vendi 60 doces em 50 minutos. Pagamos hoje todas as inscrições. Eles ficaram muito gratos. Eles poderiam não ter nem a chance de fazer a prova para a qual estão se preparando durante todo o ano. Estou muito feliz! – comemorou.

O prazo de inscrição para o vestibular 2017 da Unicamp se encerra nesta quinta-feira. São oferecidas 3.300 vagas, distribuídas em 70 cursos da instituição. A primeira fase acontece em 20 de novembro.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Estudante vende doces para pagar inscrição do vestibular de jovens carentes

Deixe o seu comentário