Cientista diz que trabalhar antes das 10 da manhã é ‘tortura’

mulher_bocejando

Publicado no Catraca Livre

Se você detesta acordar cedo para estudar ou trabalhar, já tem um bom argumento para se defender: segundo um pesquisador da Universidade de Oxford, começar essas atividades antes das 10 da manhã é uma ‘forma moderna de tortura’.

O Dr. Paul Kelley explica que os nossos corpos funcionam com um relógio biológico. Esse mecanismo pré-programado regula nossa atividade cerebral, níveis de energia, produção de hormônios e percepção do tempo. “Ao começar a trabalhar antes das 10 da manhã todos os dias, nós estamos cientificamente nos torturando”, ele defendeu durante uma apresentação no British Science Festival, “desequilibra muitas coisas na nossa saúde”.

O cientista diz que a forma como as rotinas de trabalho e estudo foram determinadas na sociedade não consideraram esse nosso relógio biológico. O resultado é que muitas pessoas sofrem por não conseguirem dormir o número suficiente de horas todas as noites. “Não podemos mudar o nosso ritmo para as 24 horas do dia. Você não consegue aprender a acordar em um certo horário”, ele observa.

A ideia do pesquisador é mudar as escolas britânicas: em vez das aulas começarem às 8h30, elas passá-las para as 10h. Um estudo feito em um colégio mostrou que essa mudança melhorou a assiduidade dos estudantes e também a sua produtividade. Além disso, as notas dos alunos aumentaram drasticamente. Kelley acredita que se as empresas também alterassem as suas rotinas, teríamos menos trabalhadores exaustos, menos excesso de trabalho e até mesmo um consumo menor de café (que acaba resultado em uma economia no fim do mês).

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Cientista diz que trabalhar antes das 10 da manhã é ‘tortura’

Deixe o seu comentário