7 dos mistérios mais intrigantes do corpo humano

Publicado no Mega Curioso

Hey, você aí. Você mesmo, leitor. Enquanto seus olhos fazem malabarismos para converter luzes e imagens de modo que o que você enxerga faça sentido, seu coração bombeia sangue para seu corpo inteiro e seus pulmões se enchem e se esvaziam de ar. Enquanto você nos lê, suas células trabalham duro para que você faça pequenos movimentos sem ao menos perceber e, claro, para que você se mantenha vivo.

Se a sua noite de sono não foi lá grandes coisas, seu cérebro vai fazer com que você se lembre disso durante o dia, deixando seus olhos pesados, secos e fazendo com que, de tempos em tempos, você boceje para equilibrar a oxigenação do seu corpo e para, assim que puder, descanse. Se você exagerou na bebida, seu fígado, coitado, que tem 450 funções para realizar e manter seu corpo livre de algumas toxinas, vai precisar de água e sua cabeça, de uma aspirina.

O fato é que o corpo humano é uma máquina biológica fantástica que ainda não foi completamente desvendada, por isso é sempre incrível descobrir coisas novas sobre seu funcionamento. Ainda assim, alguns mistérios continuam sem solução – confira sete deles a seguir:

1 – Somos uns fracotes

04101529313454

Se você pegar um chimpanzé e levar o pobre coitado para uma sessão de depilação, vai perceber que o corpo desse primata é assustadoramente parecido com o corpo humano. Agora se o assunto for força física, somos uns fracotes quando nos comparamos aos nossos amigos chimpanzés – eles são até três vezes mais fortes do que a gente.

Ainda não se sabe por que somos tão mais fracos, e alguns palpites dizem que isso tem a ver com uma função muscular diferente ou, quem sabe, com as fibras musculares dos humanos, que são menos densas.

2 – Da direita

04101624249455

Outra coisa: por que será que precisamos ter uma dominância em termos de coordenação motora? Por que 90% das pessoas são destras? Por que há tão poucos canhotos e tão poucos ambidestros? Uma teoria sobre essa questão relaciona a predominância destra às conexões cerebrais relacionadas à fala, que também exige habilidades motoras bastante refinadas.

Geralmente, o centro de fala no cérebro é localizado ao lado esquerdo do nosso órgão pensante, que é o lado responsável pela coordenação motora do lado direito do corpo, e por isso a maioria das pessoas acaba sendo destra. O intrigante é que nem toda pessoa destra tem o centro da fala localizado no hemisfério esquerdo do cérebro – os canhotos, por sua vez, têm. Tá vendo como é complicada essa questão?

3 – Hora de falar das mamas

04101702952456

Toda fêmea mamífera produz leite durante a gestação para poder alimentar o rebento que está por chegar, e com os seres humanos não poderia ser diferente. O intrigante aqui é que, ao contrário dos outros mamíferos, as mulheres têm mamas proeminentes mesmo quando não estão grávidas nem amamentando.

Uma das explicações evolutivas para isso poderia ser que os seios grandes fazem com que o homem veja a mulher como uma criatura reprodutiva madura, mesmo que o volume deles seja causado por gordura, e não por leite. Há quem defenda, no entanto, que essa questão das mamas é parte de uma ligação entre a mãe e o bebê, já que, em algumas culturas, os homens não enxergam os seios femininos como um apelo sexual.

Florence Williams, que escreveu um livro a respeito, defende a ideia de que a gordura armazenada nos seios femininos serve para que a mãe libere hormônios durante a amamentação, o que seria fundamental para a boa formação cerebral dos bebês. Será?

4 – Pelos, para que tê-los?

04101727592457

Por que será que temos pelos pubianos? Há quem diga que os fiozinhos aparecem em nossos órgãos reprodutores por uma questão sexual mesmo, como um sinal visual de maturidade e uma forma de exalarmos os odores de nossos feromônios.

Por outro lado, há quem defenda que os pelos estão ali para deixar a região pubiana aquecida e protegida de atritos durante o sexo – cof, cof. O fato é que, quanto mais o tempo passa, menos se sabe sobre a cabeleira e mais se deseja acabar com ela.

5 – Sobre a composição do corpo humano

04101748827458

Da próxima vez que você subir em uma balança para se pesar, tenha em mente que até 3% do seu peso não é formado exatamente pelo seu peso, mas pelos microrganismos que vivem hospedados aí nesse seu belo corpitcho.

Antes de começar a tomar banho com álcool, saiba que esses bichinhos aí são necessários e muitos deles ajudam em suas funções intestinais, por exemplo, enquanto outros deixam sua pele mais sedosa. O fato é que não se sabe exatamente a função de todos esses microrganismos que a gente leva para cima e para baixo.

O fato é que o uso excessivo de antibióticos acaba matando as bactérias do bem que vivem em nosso intestino e que esse é um jeito de adquirir doenças autoimunes, como o diabetes tipo 1.

6 – E o apêndice? Tá ali por quê?

04101814404459

Assim como o dente do siso, que não tem função prática e, aos poucos, está sumindo na medida em que evoluímos, o apêndice é um órgão totalmente descartável. Ainda que possa ser removido tranquilamente sem que a pessoa sinta falta dele, o dito cujo ainda intriga muitos cientistas.

Algumas linhas de pesquisa acreditam que o apêndice é fundamental para o desenvolvimento do sistema imunológico fetal. Há quem defenda também que o órgão serve como uma espécie de reservatório de bactérias intestinais. Especulações, apenas.

7 – E a personalidade de cada um? Como funciona?

04101835154460

Entender a relação entre a fisiologia cerebral e a mente humana é, certamente, uma das tarefas científicas mais difíceis e complexas. Como é possível que 100 trilhões de conexões neurais no cérebro de cada pessoa consigam criar sensações diferentes e particulares? A formação da consciência humana de vida, que varia de pessoa para pessoa, é tida por muitos cientistas como o maior mistério de todos.

“Todo cérebro, incluindo o seu, é feito de átomos que foram formados nos corações de inúmeras estrelas há bilhões de anos. Essas partículas flutuaram por anos-luz até que a gravidade e o acaso as reunissem aqui, agora. Esses átomos agora formam um conglomerado – seu cérebro – que não só pode refletir sobre as próprias estrelas que lhes deram origem, mas também pensar sobre sua própria capacidade de pensar e perguntar sobre sua própria capacidade de questionar. Com a chegada dos seres humanos, o Universo se tornou consciente de si mesmo. Este, sem dúvida, é o maior mistério de todos”, disse o neurocientista V.S. Ramachandran, em declaração publicada no Live Science. Tem como não concordar com ele?

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for 7 dos mistérios mais intrigantes do corpo humano

Deixe o seu comentário